This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Liminares obtidas na Justiça garantem isenção de ICMS para produtos de saúde

ABRAIDI entrou com mandados de segurança em 12 estados, no Distrito Federal e já obteve liminares em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e no Distrito Federal

A Associação Brasileira de Importadores e Distribuidores de Produtos para Saúde – ABRAIDI promove ações coletivas na Justiça em vários estados para garantir o direito das associadas de isenção do ICMS em uma série de produtos para a saúde. A Câmara de Comércio Exterior – Camex – do Ministério da Economia alterou as Nomenclaturas Comuns do Mercosul – NCMs – de produtos para a saúde por meio da Resolução n° 52, de 17 de junho de 2020. Tal decisão pode impactar na isenção de ICMS contemplada pelo Convênio 01/99, pois até o momento, o referido convênio não teve os códigos alterados, podendo levar os Estados a cobrar o imposto sobre esses produtos.

“Eles mudaram apenas os códigos, mas a descrição dos produtos permaneceu a mesma do benefício fiscal, sem nenhuma alteração. De qualquer forma, houve o entendimento de que isso poderia levar os Estados a cobrarem o ICMS”, destaca o diretor-executivo da ABRAIDI, Bruno Bezerra. Segundo ele, os produtos são essenciais para salvar milhões de vidas e, com a desoneração, a oferta desses produtos no SUS é facilitada. Bezerra ressalta que o poder público vive grave crise fiscal, potencializada pela pandemia, tendo recursos extremamente limitados para aquisição de produtos para a saúde e qualquer reajuste impactará em menor disponibilidade e desabastecimento em alguns casos.

Os produtos que tiveram as NCMs alteradas são utilizados em cirurgias cardíacas, neurológicas, ortopédicas, oncológicas, entre outros. São nove itens, sendo: implantes expansíveis, de aço inoxidável e de cromo cobalto, para dilatar artérias “Stents”; espirais de platina, para dilatar artérias “coils”; conjunto para hidrocefalia de baixo perfil; coletor para unidade de drenagem externa; shunt lombo-peritonal; conector em “Y”; conjunto para hidrocefalia standard; válvula para hidrocefalia; e válvula para tratamento de ascite.

Os mandados de segurança foram impetrados em 12 estados (BA, ES, GO, MS, MG, PB, PR, PE, RS, RJ, SC e SP), além do Distrito Federal. “Até o momento já tivemos êxito em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e no Distrito Federal, onde foram concedidas liminares que isentam as associadas da ABRAIDI de recolherem o ICMS”, completa Bruno Bezerra. A ação coletiva teve a adesão de 29 empresas associadas.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.