This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

Já ouviu falar em bem-estar integrado?

By 5 de fevereiro de 2016 Gestão
bem-estar_saude_qualidade-de-vida

O conceito de saúde populacional já entrou na gama de assuntos estratégicos nos EUA e, agora, começa a ser visto com mais profundidade também pelo Brasil. A Asap (Aliança para a Saúde Populacional), inclusive, é uma das instituições responsáveis por expandir essa temática no País e traz este ano, no dia 7 de abril, o Fórum Asap 2016.

Uma das novidades do Fórum é o conceito de “bem-estar integrado”, que olha para a saúde dos colaboradores de maneira holística. Cinco elementos são a base do bem-estar integrado ou holístico: sentir-se motivado para alcançar os objetivos (propósito); manter relacionamentos afetivos e de suporte à vida (social); equilibrar e administrar as finanças (financeiro); conexão com o local onde vive sentindo-se seguro e integrado à comunidade (comunidade); e ter boa saúde e energia para as atividades diárias (físico).

Dan Witters é o convidado do Fórum para discorrer sobre o tema, ele é diretor de pesquisa de Bem-Estar da Gallup-Healthways e autoridade nos Estados Unidos na compreensão, estudos, medição e produção de dados a respeito das correlações entre bem-estar e produtividade.

Segundo Witters, cuidar com foco no bem-estar holístico pode trazer reduções de turnover, absenteísmo, acidentes de trabalho, assim como aumentar a produtividade e gerar novos negócios.

Confira a entrevista do expert norte-americano em bem-estar e produtividade, um dos palestrantes do Fórum Internacional ASAP:

Dan-Witters-Asap

Dan Witters, da Gallup-Healthways

Como o bem-estar influi na produtividade das empresas?
Dan Witters – Funcionários com altos níveis de bem-estar são mais produtivos e engajados. Se as organizações estão preocupadas em potencializar a produtividade, devem investir em uma abordagem integrada do bem-estar de seus empregados.

Qual a relação entre bem-estar e os principais indicadores de performance de uma empresa?
Dan Witters – Gallup e Healthways definem bem-estar “holístico” ou “integrado” por meio de cinco elementos essenciais (propósito, social, financeiro, comunidade e físico). Tem sido demonstrado que o bem-estar está ligado aos resultados importantes nos negócios, em termos de receita e lucro e incluindo o desempenho no trabalho, absenteísmo não planejado, fidelização de clientes e rotatividade dos empregados

Qual a relação entre bem-estar e a competitividade?
Dan Witters – As organizações com funcionários que têm altos níveis de bem-estar são significativamente mais propensas a terem funcionários altamente engajados. Pesquisa da Gallup revelou que as unidades de negócios com empregados altamente engajados são mais competitivas porque seus clientes são mais satisfeitos, há mais volume de negócios e resultados mais rentáveis para empresas.

Como engajar os executivos e gestores das empresas para que se preocupem com o bem-estar de seus funcionários?
Dan Witters – Executivos e gestores são absolutamente decisivos para o bem-estar dos colaboradores. Líderes definem agendas, estabelecem as diretrizes de trabalho e conduzem as expectativas dos empregados sob seu comando. Portanto, as lideranças são essenciais como “agentes locais” propagadores da cultura de bem-estar. Programas de bem-estar nunca poderão decolar se os gestores e executivos não estimularem essa cultura.

Qual recado ou ensinamento o senhor apresentará aos participantes?
Dan Witters – Compararei o absenteísmo, desempenho, produtividade, acidentes no trabalho, recuperação de dificuldades inesperadas, adaptações às mudanças e turnover entre empregados que têm bem-estar completo e os que apenas estão aptos fisicamente.

ASAP – Existem diferenças e resultados comprovados entre empresas que trabalham ativamente na gestão do bem-estar de seus funcionários e as que não o fazem? Qual?
Dan Witters – Estas diferenças são percebidas em todas as métricas importantes para as organizações e têm sido cientificamente comprovadas: rotatividade, absenteísmo, desempenho no trabalho, segurança, fidelização de clientes e lucro estão todos atrelados ao bem-estar.

A produtividade é o item mais percebido pelas empresas quando suas populações optam pela gestão ou melhoria de bem-estar? Há outros, com a mesma importância?
Dan Witters – A produtividade é importante. Mas igualmente importante é atuar para que se incremente as chances dos clientes (1) continuarem a fazer negócios com a sua organização, (2) aumentarem o relacionamento com sua organização ao longo do tempo e (3) recomendem sua organização para os outros, ampliando a sua base de clientes.

*Com informações cedidas pela Asap – entrevista na íntegra aqui

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply