This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Cinco dicas para gerenciar trabalhadores remotos durante uma pandemia

By 17 de março de 2020 Destaques, Gestão

Sua organização está pronta para dar suporte seguro a uma ampla gama de trabalhadores remotos após uma pandemia global? Com os casos de coronavírus aumentando em países ao redor do mundo e a Organização Mundial da Saúde alertando os cidadãos para adotarem medidas preventivas, resguardarem-se e não entrarem em pânico, agora é a hora de as empresas se fazerem essa pergunta.

Aqui estão cinco dicas que os profissionais de TI e segurança cibernética podem implementar para manter um fluxo de trabalho seguro e contínuo para trabalhadores remotos afetados pelo coronavírus ou outros patógenos comuns.

1ª) Remova o obstáculo da VPN – muitas das soluções tradicionais de segurança remota de hoje dependem da tecnologia VPN ou VDI. Tais soluções não apenas impedem a produtividade, mas também fazem um trabalho inconsistente para proteger efetivamente os sistemas contra ameaças sofisticadas. De fato, um estudo constatou que 18% das VPNs nem sequer criptografam seu tráfego, enquanto 84% usam protocolos de criptografia inadequados para proteger esse tráfego.

As grandes empresas precisam de um canal de conexão mais rápido e seguro para permitir que trabalhadores remotos acessem seus arquivos e softwares de produtividade, a fim de permitir um trabalho significativo em casa.

2ª) Garanta o acesso a arquivos e produtividade em qualquer dispositivo – a TI deve procurar a capacidade de realizar trabalhos, não importa onde, quando ou de qual dispositivo o trabalhador escolher para realizar as tarefas.

Hoje, os usuários têm grandes expectativas sobre como podem conduzir os negócios, e uma solução de trabalho remoto segura deve acomodar diferentes plataformas de SO e ajudar as pessoas a obterem acesso a qualquer aplicativo baseado na Web, site de Intranet ou arquivo de dados de que elas precisam para realizar seu trabalho.

3ª) Ofereça softwares de produtividade que as pessoas realmente usam – convenhamos, existem muitas plataformas alternativas de software de criação de documentos, planilhas e slides por aí nesta era SaaS que nunca são suficientes para um ambiente corporativo.

A maioria dos trabalhadores está acostumada ao Word, ao Excel e ao Power Point, e precisará de acesso contínuo ao MS Office para manter seus níveis de produtividade ao trabalhar em casa. Cabe aos departamentos de TI encontrarem uma maneira de fazer isso acontecer.

4ª) Mantenha a produtividade, mesmo em áreas de cobertura irregular – no caso de uma grande quantidade de trabalhadores precisar se distanciar socialmente do público em geral, é provável que muitos deles tenham problemas de conectividade. Isso significa que a plataforma de trabalho remoto que uma organização escolhe precisa ter um modo offline robusto para fornecer acesso a uma variedade de ativos, mesmo quando a Internet estiver inoperante.

Além disso, as organizações devem considerar os benefícios das ferramentas de comunicação projetadas especificamente para a colaboração em tempos de crise. Um sistema de notificação de emergência pode ser uma ferramenta indispensável de mitigação quando operações comerciais normais são interrompidas devido a uma emergência.

5ª) Torne o acesso remoto seguro e fácil para os funcionários – mesmo que as organizações facilitem o acesso para funcionários remotos, elas deveriam começar a pensar em uma plataforma que possa manter a autenticação contínua, para que os usuários estejam sempre autorizados a acessar apenas os documentos e sistemas de que necessitam para suas funções.

Além disso, seus dispositivos devem ser protegidos com defesas mais modernas, baseadas em IA, que podem enfrentar ameaças contemporâneas, como ataques sem arquivo e dia zero, sem interromper o fluxo de trabalho do usuário nem consumir uma quantidade excessiva de recursos no dispositivo dos usuários.

Por fim, todo o processo também deve ser fácil para os administradores. Com uma potencial inundação de novos usuários remotos, o que pode ser iminente em uma situação de pandemia, a TI precisará de uma plataforma que possa gerenciar, de forma simples e eficaz, usuários internos e externos.

Aprendizados

Hoje, muitos líderes de TI empresariais já reconhecem que oferecer oportunidades remotas de trabalho aos seus colaboradores não é mais uma vantagem agradável para alguns poucos funcionários em situações limitadas. As empresas estão, cada vez mais, descobrindo que o trabalho remoto é um requisito obrigatório para um número crescente de funcionários.

O recente surto de coronavírus está esclarecendo outro motivo oculto para construir a infraestrutura, a fim de oferecer suporte ao trabalho remoto: a infraestrutura de trabalho remoto altamente funcional e segura desempenha um papel crucial na manutenção da continuidade dos negócios. Como a OMS já declarou a situação de pandemia, agora é a hora de levar a sério esse imperativo.
Sobre o autor
Alex Willis é Vice-presidente de soluções técnicas globais da BlackBerry
Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.