This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

HOSPITALAR 2019 Já emitiu sua credencial gratuita? Clique aqui

Botões de elevadores de hospitais têm mais bactérias do que toalhas

By 8 de janeiro de 2015 Gestão

Reduzir o índice de infecções hospitalares é um objetivo e desafio constante de qualquer serviço hospitalar, já que o ambiente inevitavelmente está exposto a maiores quantidades de germes. Para se ter uma ideia, um estudo da Universidade de Toronto aponta que o risco de infecção de quem visita um hospital é 10% mais alto. O mais inusitado da pesquisa é a constatação de que nos botões dos elevadores existe uma maior concentração de bactérias do que nas toalhas de banheiro. 

LEIA MAIS
Higienização das mãos é capaz de reduzir em 70% casos de infecção

O estudo, publicado no U.S. National Institutes of Health’s National Library of Medicine, considerou três grandes hospitais de ensino de Toronto. Os pesquisadores concluíram que a prevalência de bactérias nos botões dos elevadores é de 61% enquanto as toalhas apresentam 43% de contaminação.

A explicação é de que os botões são frequentemente usados por funcionários, pacientes, visitantes, sendo um fácil alvo para a colonização de bactérias. Estima-se que, em um ambiente comunitário, um terço dos botões são colonizados.
Para o controle de infecção hospitalar, a principal ação seria deixar a disposição desinfetantes à base de álcool ou até mesmo ter botões maiores para que as pessoas possam pressioná-los com o cotovelo, prática comum em hospitais para que se evite infecções.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as infecções hospitalares atingem aproximadamente 14% dos pacientes internados no Brasil, podendo chegar a 100 mil mortes por ano. Para a OMS, a higienização adequada das mãos, entre o atendimento de um paciente e outro, e antes da realização de qualquer procedimento invasivo seria capaz de reduzir em 70% os casos de infecção.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply