NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assine

5 hospitais são premiados por atingirem estágio 6 do EMRAM

Por 5 de novembro de 2015 Gestão, TI e Inovação

O Modelo de Adoção do Registro Médico Eletrônico (EMRAM, na sigla em inglês) é um processo que permite avaliar o progresso da implantação de TI em uma instituição. O modelo identifica 8 estágios, que variam de 0 a 7, sendo este o mais alto em relação ao Registro Médico Eletrônico (EMR, na sigla em inglês) variando do departamento de sistemas auxiliares limitados até um ambiente de EMR sem o uso de papel. As pontuações EMRAM podem ser obtidas através da participação no estudo anual da HIMSS Analytics.

Leia Mais:
Qual o caminho para se tornar um hospital digital?
O que significa possuir um estágio 7 pelo HIMSS?
7 fases para se tornar um hospital digital

Em sua apresentação no HIMSS Latin America 2015, que aconteceu nesta quarta-feira (04/11), John H. Daniels, vice-presidente global do Grupo de Serviços de Consultoria de Saúde para HIMSS Analytics, expôs a situação das instituições de Saúde ao redor do mundo em relação à implantação do EMRAM.

Como era de se esperar, os Estados Unidos aparecem com a maior pontuação de adoção do modelo, com suas instituições concentradas principalmente entre os estágios 5 e 6.

Na lista ainda há a presença da Europa, Ásia-Pacífico, Canadá e Oriente Médio, que ainda estão em estágios não tão avançados do EMRAM.

A América Latina não fica em destaque na lista, pois ainda possui números pouco significativos de implementação do sistema, no entanto, Chile e Brasil contam com instituições no estágio 6 do EMRAM, onde 7 hospitais brasileiros já se ajustaram a este mesmo estágio.

Entre os principais benefícios da implantação de TI estão:
– Fornecimento de data para a orientação de decisões de negócios;
– Fim do uso de papel no registro médico.

Estudos feitos sobre empresas nos últimos estágios de implantação do EMRAM (quando comparadas às que estão nos primeiros estágios), demonstraram que elas apresentam significante redução da taxa de mortalidade em ataques cardíacos e terapias respiratórias, minimização de erros na administração de medicamentos e queda nos incidentes anuais.

Segundo John Daniels, a adoção do EMR garante, não apenas melhor avaliação no desempenho clínico, mas também, um maior desempenho financeiro através da elevação do estágio implementado.

“O Brasil pode potencialmente alcançar os EUA”, afirmou Daniels que observa positivamente o avanço das instituições brasileiras de Saúde na implantação do EMRAM, “sim, é difícil, porém é possível atingir o estágio 7” completou.

Para comprovar o progresso das empresas brasileiras em relação ao processo EMRAM, a HIMSS Analytics encarregou John Daniels da premiação (que ocorreu no próprio evento) dos hospitais brasileiros que atingiram o estágio 6. Confira os homenageados:

○ Hospital Alemão Oswaldo Cruz

○ Hospital do Idoso Zilda Arns

○ Hospital Santa Paula

○ Hospital Unimed Volta Redonda

○ Hospital Samaritano São Paulo

Nathalia Nunes

Sobre Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Deixe uma resposta