This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Palestra “O cenário da oncologia pediátrica no Brasil e no mundo”

Mapa não está disponível

Data / Hora
Date(s) - 22/09/2020
18:00 - 20:00

Categorias


Setembro Dourado: Instituto Ronald McDonald promove palestra com especialista renomada da oncologia pediátrica dos Estados Unidos

A diretora do St Jude Children’s Research Hospital, Dra. Monika Metzger participa de encontro virtual para debater o cenário da oncologia pediátrica no Brasil e no mundo

Como parte da programação do Setembro Dourado, mês de conscientização sobre o câncer infantojuvenil e alerta para os sinais e sintomas da doença, o Instituto Ronald McDonald promove, através do canal no YouTube , a palestra “O cenário da oncologia pediátrica no Brasil e no mundo”, ministrada pela Diretora para a Região da América Central e do Sul no Departamento de Medicina Pediátrica Global do St Jude Children’s Research Hospital, a oncologista pediátrica Dra. Monika Metzger. O encontro será no dia 22 de setembro, às 18h.

Dra. Monika Metzger estudou medicina na Alemanha no Rheinisch-Westfälisch Technischen Hochschule, em Aachen, e completou sua residência em pediatria na Universidade de Georgetown em Washington DC. Suas principais contribuições acadêmicas têm sido no campo dos linfomas em geral e o linfoma de Hodgkin. Ela ainda lidera um consórcio multi-institucional para protocolos de linfoma de Hodgkin pediátrico nos EUA e colabora com a Asociación de hemato-oncología pediátrica de Centro América (AHOPCA), Argentina, Brasil, México e outros países latino-americanos.

Além da especialista internacional, a palestra contará ainda com a participação especial do superintendente do Instituto Ronald McDonald Francisco Neves e será mediada pela oncologista pediátrica Teresa Fonseca, que é membro do Comissão Científica do Programa de Diagnóstico Precoce do Instituto Ronald McDonald.

“Encontros como estes são extremamente importantes, pois, além da troca de conhecimentos, é a oportunidade para falarmos da dificuldade de reconhecer os sinais do câncer infantojuvenil, já que os sintomas são parecidos com os de outras doenças da infância”, explica Dra. Teresa, acrescentando que a queda dos números de pacientes diagnosticados tem provocado preocupação para o setor.