This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

HIS19 Já conferiu os 40 primeiros palestrantes dessa edição? 🚀 Clique aqui

Por quê a monetização é um dos grandes desafios dos Empreendedores em Saúde?

By 12 de dezembro de 2013 Empreendedorismo

Durante a Health 2.0 Latin America um dos grandes desafios discutidos foi a monetização das novas iniciativas em saúde. Mesmo que uma idéia seja muito boa, isto não é suficiente para que o consumidor final esteja disposto a pagar por ela, especialmente quando este consumidor não está acostumado a pagar por soluções, como acontece por vezes com o consumidor final do setor saúde.

Neste sentido, Diego Miralles da Janssen Innovation destacou durante a conferência que o mercado ainda não sabe pagar por saúde, mas sim por doença, o que traz um grande desafio para os empreendedores interessados em promover soluções focando num estilo de vida mais saudável.

A startup Anestech, ideliazada por anestesiologistas, destacou durante o evento, que a solução para eles foi buscar parcerias com a indústria farmacêutica para disponibilizar as soluções gratuitamente na Apple Store e que aprender a dominar este relacionamento com esta fonte pagadora foi fundamental para a empresa.

Este problema afeta principalmente as empresas que trabalham no segmento B2C ou business to consumers, focando sua venda para o consumidor final ou seja, médicos e pacientes na maioria dos casos. Já para as empresas, B2B, ou business to business, muitas vezes a solução traz um aumento significativo de produtividade ou redução de custo, o que torna a implantação da solução algo muito mais fácil.

Este é o caso da Bionexo, que agrega valor por ser uma plataforma que conecta hospitais a distribuidores ou produtores de materiais médico hospitalares, ao criar uma grande plataforma de negociação, facilita muito o processo de compra das organizações de saúde e gera grande valor para o sistema. Isto faz com que as vendas da Bionexo tenham crescido muito nos últimos anos e tenham atingido R$ 4 bilhões em 2013, servindo mais de doze países.

Para a empresa Dieta e Saúde, do Grupo Minha Vida, a venda de dieta on-line sempre foi uma fonte importante de receita e a associação com o site Minha Vida traz muitas sinergias, pois o grande número de visitantes do site acaba por converter muitos internautas a se inscreverem no Dieta e Saúde.

Já para muitas empresas, como o site Boa Consulta, a monetização começa com uma plataforma fremium, em que o conteúdo básico é oferecido gratuitamente durante um período, após o qual passa-se a cobrar uma assinatura mensal ou estimula-se o usuário a migrar para um pacote de serviços mais completo. No caso das startups brasileiras, em que o funding é mais desafiador que nos Estados Unidos, este modelo é interessante, porém é complicado, pois há menos capital disponível para financiar este período em que a startup não conta com receitas próprias.

Para o site Pega Plantão, que está no programa Startup Brasil e na aceleradora Papaya, o modelo de precificação foi uma das etapas trabalhadas durante o processo de aceleração, contudo esta estratégia ainda está a ser validada pelo mercado, à medida que a empresa luta para conseguir seus primeiros clientes pagantes.

Sustentabilidade, este é o motivo pelo qual a monetização é uma das etapas mais importantes do desenvolvimento do plano de negócios de uma startup e a principal razão pela qual muitas startups não conseguem o crescimento esperado ou morrem no meio do caminho. Não é fácil construir um produto pelo qual as pessoas estejam dispostas a pagar e ter constantes interações com seus usuários é fundamental para construir algo que agregue valor e que tenha uma proposta justa de precificação. Certamente, não existe uma receita para precificar bem o seu produto, mas testar a disposição do seu consumidor pagar pelo seu serviço é essencial para a sustentabilidade de sua startup.

Fernando Cembranelli

About Fernando Cembranelli

Leave a Reply