This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Aedes aegypti x Big Data: Case de empresa brasileira

By 9 de agosto de 2016 Empreendedorismo

A Neosprecta, fundada em 2014, utiliza técnicas de sequenciamento de DNA combinadas a um software próprio de análise molecular em larga escala para entregar relatórios rápidos e assertivos de atividades virais ou bacterianas.

A startup tem a solução que já vem sendo aplicada em empresas para proteger seus produtos de possíveis áreas de contaminação, em contextos hospitalares, fábricas de alimentos e farmacêuticas detectando até mesmo o Zika Vírus e outros transmitidos pelo Aedes Aegypti.

O sistema Epiome consegue identificar e diagnosticar testes para até 50 mil pessoas em 2 semanas. A visualização de dados em mapa pode prevenir epidemias e surtos ou direcioná-los de uma forma mais efetiva, como um radar que identifica a presença de microrganismos que estão no escopo da detecção.

A companhia tem despertado o interesse de investidores e instituições na área da saúde, combinando big data a metagenômica. Ainda em 2014, a Neosprecta conseguiu aportes de R$ 4 mihões do CVenture da Fundação Certi e recentemente, o grupo Santa Helena Saúde fechou parceria para implementação do seu projeto.

Leia mais aqui.

 

 

Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply