This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Conheça a Navegatium, startup brasileira de navegação corpórea

By 4 de setembro de 2014 Empreendedorismo
Entrevistamos o Bruno Risso, um dos sócios e co-fundador da empresa NAVEGATIUM, desenvolvedora de um aplicativo do mesmo nome e que têm ferramentas para visualizar, explorar e manipular arquivos DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) e possibilita diversas formas de importação de imagens, inclusive conexões com PACS (Picture Archiving and Communication System).
Quando a empresa foi fundada e qual o background dos sócios?
A Navegatium foi fundada em Setembro de 2013. Todos os sócios fundadores atuam há mais de 10 anos no mercado desenvolvendo e promovendo tecnologias de ponta para a área médica. Possuem vasta experiência em redes de imagens médicas (telemedicina, teleradiologia e PACS) e em pesquisa e desenvolvimento de softwares para sistemas cirúrgicos de alta complexidade (minimamente invasivos). Nosso produto é o Navegatium, um poderoso Aplicativo touchscreen que possibilita o processamento, a visualização e gerenciamento de estudos e imagens médicas em DICOM de uma maneira totalmente descomplicada. Uma Workstation DICOM & PACS que pode ser usada por médicos de todas as áreas. Vemos o Navegatium como uma nova classe de produto, ‘body navegatium‘, ou navegação corpórea, que vai permitir ao médico explorar virtualmente o corpo de um paciente, virando-o literalmente do avesso para extrair o máximo de informações possíveis de imagens médicas.
 
Como vocês viram o mercado na época da criação da empresa e o que os motivou a criá-la?
Percebemos que diferente de outras áreas, o mercado de visualização de imagens médicas sofre com falta de inovação de fato. O médico que precisa estudar mais a fundo as imagens de um paciente, tem que trabalhar num ambiente mais insalubre, escuro, com ar-condicionado no limite, sentado na mesma posição por várias horas, com ferramentas pesadas e de complexo manuseio. Profissionais tem uma longa curva de aprendizado pra aprender a manusear os softwares usados para esse propósito. Tivemos a ideia de transformar isso em um processo menos doloroso e mais prazeroso. Com o novo conceito de qualidade de vida que os smartphones e tablets trouxeram ao mercado enxergamos uma oportunidade. Decidimos inverter o processo de produção, pensarmos nas pessoas que estão por trás das ferramentas e na sua qualidade de vida. Aliamos o que há de melhor em design, usabilidade e tecnologias de ponta no concepção e no desenvolvimento de novo produto, o Navegatium. Nosso objetivo é nos tornarmos referência de mercado em design e usabilidade, quebrando os velhos paradigmas e trazendo o novo para os profissionais da área médica, que anseiam por isso. 
Uma das primeiras curiosidades ao ver o site de vocês, é a escolha pela plataforma da Microsoft. Qual foi o motivador para a escolha da mesma e quais os planos para as outras plataformas?
Temos convicção que o Windows 8.1 é uma das melhores plataformas hoje no mercado. Vemos acompanhando sua concepção e sua evolução e nos encantando cada vez mais com os novos conceitos de usabilidade. Hoje o Windows 8.1 vem se tornando tendência tanto em sistema operacional quanto em design de interface, e tem como objetivo entregar a melhor experiência de uso para dispositivos touchscreen, entre esses tablets e modernos ultrabooks. O departamento de design da Microsoft vem sendo premiados pelos novos conceitos de design. Além disso, de acordo com pesquisas de mercado, o Windows 8.1 deve se tornar líder de mercado no médio prazo (em 2018 deve ter 50% do mercado mundial de PCs e mais uma grande fatia de dispositivos móveis). Somos pioneiros com o Navegatium não só na nova plataforma Windows 8, mas também em plataformas móveis. Não há hoje, em nenhuma outra plataforma (iOS e Android) uma Workstation DICOM completa, capaz de fazer reconstruções 2D e 3D e que rode em tablets! As soluções concorrentes ainda são bastante limitadas em recursos de reconstrução e manipulação. Navegatium está sozinho nesse universo.
Como funciona o modelo de negócios da empresa? É cobrada uma taxa para download do aplicativo e/ou algum fee?
O App Navegatium está disponível na Windows Store há 03 meses, inicialmente com uma versão gratuita. Iremos lançar nos próximos dias uma grande atualização e mudar o App para uma versão trial, que possibilitará ao usuário usufruir gratuitamente de todas as funções do App por um período de 30 dias. Após este período o Navegatium continuará funcional para uso com todos os estudos da nossa NVKB (uma vasta biblioteca de estudos DICOM) e para os estudos anteriormente carregados. No entanto, a importação de novos estudos só poderá ser realizada com aquisição de uma licença. De qualquer forma, todo o trabalho feito ao longo de 30 dias pelo usuário, será mantido no aplicativo. Vale salientar que o Navegatium inova também na cobrança. Não há nenhuma taxa de atualização mensal ou anual, nem taxas de atualizações para novas versões. Uma compra é valida para a vida toda, com atualizações ‘ad eternum’ e contando ainda com a praticidade de manusear imagens radiológicas em qualquer lugar a qualquer momento, de qualquer dispositivo pessoal. Para as próximas versões teremos muitas novidades que tornarão nosso App ainda mais poderoso, como novas ferramentas de manipulação 3D, suporte a imagens cardíacas 4D e muito mais vem por aí.
 
Quantas pessoas estão na empresa atualmente?
Nossa empresa hoje conta com o trabalho em período integral dos 04 fundadores, cada um em seu segmento de negócio. Viabilizamos o uso de outras Startups como prestadores de serviços e fornecedores, fortalecendo o empreendedorismo e agregando o que há de melhor para evoluirmos no mercado.
 
Vocês ganharam o prêmio de software mais inovador. Como pretendem manter a cultura de inovação na empresa?
Como entusiastas da plataforma Windows 8.1 nos inscrevemos em um evento da Microsoft e no último dia tivemos a oportunidade de apresentar nossa solução. Na nossa primeira participação em evento do tipo fomos premiados como App mais inovador, concorrendo com aplicativos de todos os gêneros, entre esses, jogos (normalmente mais atrativos) e sofisticadas ferramentas de produtividade. O Navegatium, se destacou entre todas as categorias! Atribuímos isso em parte ao impactante conjunto de ferramentas visuais que mostram crânios, esqueletos, vasos sanguíneos e órgãos internos feitos com imagens de pacientes reais, rodando coloridas e em 3D na tela dos computadores! Quem vê nossa solução logo se remete à imagens de filmes de ficção cientifica. De fato é uma de nossa propostas, ver além, adiantar o futuro! Todos os integrantes do time tem uma personalidade muito criativa de viajantes e exploradores, já que todos estudaram, moraram e trabalharam fora do país, muitas vezes passando por vários países e trazendo consigo uma bagagem diferenciada, que vem sendo refletida no desenvolvimento do Navegatium. Compilamos e utilizamos moderníssimos conceitos de design no nosso produto, perseguindo obstinadamente o novo, o moderno na concepção de cada pequeno detalhe de interface, no fluxo de uso das ferramentas, na beleza e harmonia das cores e do layout. Nosso lema é: o produto como obra de arte aliado à desmitificação tecnológica. Sabemos que hoje o mais importante é entregar qualidade de vida às pessoas, e isso envolve repensar um produto de nicho, com paradigmas obsoletos, em algo totalmente diferente do que existe hoje, fazer uma pequena revolução. Uma solução que pode ser utilizada no conforto do sofá de casa, ao ar livre, no banco de um parque, na mesa de um café, com uma nova atitude mental, o prazer no lugar do pesar!
Você tem mais perguntas para a empresa? Deixe nos comentários!
Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply