This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Como será o futuro das startups de digital health?

By 26 de setembro de 2014 Empreendedorismo
O futuro das startups de saúde digital

Uma consultoria de administração global, serviços de tecnologia e empresas de terceirização chamada Accenture realizou uma pesquisa com o objetivo de prever o futuro dos financiamentos no segmento de digital health, englobando startups que trabalham com telemedicina, tratamentos digitais e telemedicina.

O estudo foi baseado em análises de marketing, experiências de projeto, análises de terceiros e dados de mais de 2 mil startups de digital health que receberam financiamentos nos últimos 6 anos.

O diretor administrativo da Accenture, Dipak Patel, disse que uma mudança digital está acontecendo no setor da saúde, e isso irá modificar as interações sociais, as expectativas de consumidores e, consequentemente, irá melhorar os resultados da saúde. ”Esse impulso irá ser sustentado se as startups de digital health aplicarem recursos que criam uma experiência sem emenda para pacientes e resultam em economia de custos médicos e melhora de resultados”, completou.

Segundo a empresa, o financiamento de startups do setor no ano passado foi de 2.8 bilhões de dólares, que representa um crescimento de 31%, se comparado com 2008. Entre esse período, os valores contabilizam 10.2 bilhões de dólares.

Ao ter como base esse crescimento no segmento de digital health, a companhia chegou à conclusão de que o financiamento chegará a 4.3 bilhões de dólares no próximo ano, e 6.5 bilhões de dólares no final de 2017.

A companhia dividiu os financiamentos recebidos no setor de digital health em setores, no período de 2008 até 2013. Segundo a pesquisa, empresas que investem em soluções de compromisso, como os wearable devices, e programas que objetivam a mudança de comportamento dos pacientes receberam um total de 2.6 bilhões de dólares. Ferramentas de tratamentos, como a telemedicina, tiveram um financiamento de 2.6 bilhões de dólares. Companhias que trabalham com infraestrutura ganharam 2,9 bilhões de dólares e a tecnologia de diagnóstico recebeu 2.1 bilhões de dólares.

”Os líderes da saúde precisarão adotar os recursos digitais, não somente para continuar relevante para os consumidores, mas também para influenciar a mudança de comportamento, melhorar o acesso aos canais de tratamento e reduzir os custos por paciente”, disse Patel.

Veja o estudo.

Camila Alves

About Camila Alves

Leave a Reply