This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

A iBench foi selecionada para o Programado BNDES Garagem

A iBench nasceu com o propósito de desenvolver soluções, trazer eficiência e agilidade ao mundo da ciência brasileira. A primeira solução desenvolvida o “iBenchMarket”, um

Startups são experimentos em evolução contínua e seu sucesso depende da inovação com recursos restritos em curto espaço de tempo.  Em fevereiro de 2019 a startup iBench, acelerada pela OBr.global no âmbito do programa StartUp Brasil (CNPq/MCTIC/Softex) entrou no cenário brasileiro com o lançamento do iBenchMarket para iniciar a revolução  da área científica, através da digitalização dos seus processos.  Em maio, dentre cerca de 5000 inscrições foi uma das 120 selecionadas para o BNDES Garagem e após 4 meses de programa, figura entre as 10+ do programa, que apresentarão seus projetos no Demo Day, no final de outubro. O BNDES Garagem é uma iniciativa de apoio às startups brasileiras, que inclui a realização do Programa BNDES Garagem de Desenvolvimento de Startups e a estruturação de um Centro de Inovação no Rio de Janeiro.

Segundo Andreia Oliveira, CEO e co-fundadora da iBench, a empresa nasceu com alma brasileira, mas já é global, e busca parcerias e oportunidades em diversos mercados internacionais. “Somos catalisadores de um movimento nacional de incentivo à ciência brasileira. Neste ano lançamos a plataforma, conquistamos importantes parcerias, iniciamos algumas vendas e estamos atraindo fornecedores de todos os tamanhos. Um de nossos novos fornecedores, Sr. Leonardo da Orion Cientific escreveu: “Estava faltando essa ideia para o mercado brasileiro, tenho certeza que já esta dando muito certo e é uma ótima iniciativa. Acredito que vocês vão revolucionar o setor de vendas neste seguimento, a proposta é excelente”, conta Andreia.

“Você já se perguntou por que atividades que deveriam ser simples para os cientistas brasileiros podem ser tão penosas? Quanto tempo e dinheiro são perdidos nesses processos, como por exemplo, comprar um insumo mais específico, fazer cotações ou achar fornecedores?”, questionamentos como esses motivaram a cientista e idealizadora da plataforma, a tornar os bastidores da ciência mais eficientes, reduzindo sua burocracia e modernizando seus processos.

A iBenchMarket possui três finalidades: agilidade na procura de produtos e fornecedores; comparação de preços e características dos produtos; e avaliação de produtos e fornecedores, dando espaço para a voz dos pesquisadores. Além disso, no iBenchMarket cientistas das mais diversas áreas poderão conjugar produtos de diversos fornecedores em apenas uma compra, facilitando a prestação de contas. Por outro lado, iBenchMarket também promoverá os fornecedores, que terão a oportunidade de oferecer seus produtos para uma fatia maior do mercado com um mínimo esforço e investimento.

Aproximadamente 1 milhão de Produtos Laboratoriais brasileiros e estrangeiros poderão ser encontrados na plataforma. Segundo dados do CNPq atualmente existem mais de 150 mil Cientistas brasileiros e aproximadamente 4 mil Laboratórios de Pesquisa no País, que poderão utilizar a plataforma da iBench e comprar tudo o que precisam para seu laboratório, de forma rápida, fácil e de qualquer lugar e hora com um click.

A iBench  foi acelerada pela OBr.global, aceleradora de negócios internacionais, que ganhou o prêmio de melhor solução para o mercado de empresas de médio porte, “Best Mid Market Solution”, para o programa Brasil IT+ nos Estados Unidos, através de seu CEO, Robert Janssen e conta com o apoio do CNPq, do Ministério das Ciências, Tecnologias, Inovações e Comunicações, Startup Brasil e Softex – Tecnologia da Informação Brasileira.

Segundo Robert o investimento em startups da área de saúde têm sido crescente com muitas soluções interessantes para o setor principalmente as digitais. Estes investimentos vieram dos Estados Unidos e produziram empresas de grande sucesso como Athena Health, Castlight Health, Omada Health, entre outras.

Outras startups aceleradas pela OBr estão na fila para inaugurar o mercado, como a KG (programas técnicos automotivos para ajudá-lo a aprender como ser um mecânico de automóveis), e a Professor Global (plataforma de conteúdos educacionais 3.0).

A OBr.global está fazendo diferença no segmento de startups no Brasil. Com foco na promoção da inteligência de mercado para a inclusão de negócios no mercado global, a OBr.global associa uma bem-sucedida metodologia a uma equipe internacional voltada para a execução do planejamento estratégico, desenvolvimento e adequação de produtos, alinhamento de modelos de negócios, programas de aceleração e mentoria.

A execução dos planos de expansão internacional de diversas empresas de tecnologia do seu portfólio, em especial, o programa Brasil IT+, contribuiu para que a OBr.global se tornasse uma das aceleradoras oficiais dos programas Startup Brasil do governo brasileiro. Com a conexão de mais de 20 anos de seu CEO com o Vale do Silício, a OBr.global mantém ainda um programa de aceleração na capital mundial da tecnologia, inovação e investimentos. Desde o fim de 2017, a aceleradora passou a atuar também a partir de San Antonio, Texas, em parceria com o grupo VelocityTX. Juntos, criaram o Velocity Brasil e o programa 6+3, em que as startups passam seis meses acelerando no Brasil, em preparação para mais três meses de aceleração em San Antonio, Texas.

Os grupos de investidores anjos do Texas, com mais de 650 investidores, têm interesse especial em startups de mercados emergentes, sobretudo da América do Sul”, diz Robert Janssen, que também é membro de alguns desses grupos no Vale do Silício, como Sand Hill Angels e TIE Angels. Eleito nos últimos três anos consecutivos um dos 50 executivos de Tecnologia da Informação mais influentes dos Estados Unidos no segmento de empresas de médio porte, Janssen, que tem cidadania brasileira e americana, e vive entre os dois países, avalia que as startups nacionais estão no radar dos investidores internacionais, principalmente pela capacidade de inovação e resolução rápida de problemas.

A burocracia e a falta de treinamento para a gestão do crescimento são consideradas os principais riscos à sobrevivência das empresas brasileiras. Conforme dados do Sebrae, mais de 1,2 milhão de empreendimentos formais são criados no país anualmente. Destes, 99% são micros e pequenas empresas, segmento em que as startups buscam se inserir. As MPEs, por sua vez, respondem por mais da metade dos empregos com carteira assinada. No entanto, de cada 100 empreendimentos, apenas 73 sobrevivem, os 27 restantes fecham as portas nos dois primeiros anos de funcionamento.

As empresas que sobrevivem são as que investem em conhecimento e se comprometem com a execução, inclusive dos mercados em que atuam, e que buscam se organizar e planejar o seu desenvolvimento e seus modelos de negócios”, ressalta Janssen.

Robert Janssen é autor do livro “Como Exportar Software e Serviços de TI para + de 50 Paises“, em 2010 e Co-autor do Livro “Exportação de Software e Serviços de Tecnologia da Informação – Conceitos Básicos“, editado em 2006. Atualmente mantém 2 blogs ativos: robertjanssen.us, OBr.global/blog.

A OBr.global busca sempre ser uma alternativa além da sobrevivência, abrindo caminho para um mundo de possibilidades no mercado global de negócios. A metodologia da aceleradora é baseada em quatro pilares principais: Internacionalização, Mentoria, Aceleração e Investimentos, com agendas em várias capitais do país.

Sobre o BNDES GARAGEM

O BNDES é o maior investidor em Seed Capital e Venture Capital do país. Hoje, podemos destacar três fundos que atendem empresas com alto potencial de crescimento e que faturam até R$ 16 milhões. Com o foco em desenvolver e fomentar o empreendedorismo no Brasil, o BNDES – Banco Nacional do Desenvolvimento – criou o BNDES Garagem, uma iniciativa de apoio às startups brasileiras, que inclui a realização do Programa BNDES Garagem de Desenvolvimento de Startups e a estruturação de um Centro de Inovação no Rio de Janeiro.

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply