This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

8 lições de Abilio Diniz

By 1 de outubro de 2014 Empreendedorismo
Abilio Diniz, empreendedores de sucesso

Abilio Diniz é um dos empresários de sucesso que conhecemos no Brasil. Ele é fundador do Grupo Pão de Açúcar e hoje é Presidente do Conselho de Administração da BRF, conglomerado brasileiro, do ramo de produtos alimentícios e proteínas animais, que surgiu através da fusão das ações da Sadia S.A. ao capital social da então Perdigão S.A.

No seu histórico como empresário, ele fez parte da sociedade da Companhia Brasileira de Distribuição, que tem as bandeiras de Varejo Alimentar, Pão de Açúcar e Extra; Atacado e Varejo, Assaí e; de Eletro, Ponto Frio. Através da Globex S/A, também foi sócio majoritário das Casas Bahia.

O Pão de Açúcar surgiu como uma doçaria criada pelo pai de Abílio, Valentim Diniz. Ele era o sexto filho e, em 1948, viu o pai criar o empreendimento. Abílio se formou na Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo e, aos 20 anos, ingressou na empresa criada pelo pai como gerente de vendas. Em 1959, Abílio criou o primeiro supermercado do então criado, Grupo Pão de Açúcar.

Durante sua vida, passou por momentos difíceis, como um sequestro que ocorreu pelo Movimiento de Izquierda Revolucionaria. Neste episódio, Abílio passou seis dias em um cativeiro em São Paulo, fato relatado posteriormente em um livro chamado “Pão de Fel: das utopias revolucionárias ao sequestro de Abílio Diniz.”

Após o retorno ao trabalho, passou por crises financeiras no período do Plano Collor, brigou internamente com a família pela ações da empresa e, em 1995, abriu o capital da empresa.

Viveu novo problema em 1996, ao ser condenado a um ano e quatro meses de prisão por realizar uma operação de empréstimo considerada ilegal entre duas empresas do grupo. O empresário recorreu da decisão e foi absolvido pelo Tribunal Regional.

Em uma de suas apresentações no Expogestão 2014, Abílio deu uma aula de gestão, macroeconomia e liderança para fomentar a criação de novos empreendedores de sucesso. O Jornal ANotícia selecionou algumas frases desta apresentação e achei interessante trazê-las ao post:

  • As empresas vencedoras são aquelas que têm um propósito maior, que vai além do lucro. São aquelas que dão retorno à sociedade, ao País, ao meio ambiente.
  • No fundo, toda empresa é igual, formada por pessoas e processos. É preciso ter gente certa no lugar certo.
  • Empresa que faz muita reunião é lenta, devagar. Fazem reunião porque não sabem o que fazer, porque não existe processo definido.
  • O bom líder é aquele que tira o que cada um pode dar de melhor. É humilde, companheiro, tem que saber ouvir e servir de exemplo.
  • As pessoas me perguntam por que eu me dei bem na vida. O que me ajudou foi ter valores claros: humildade, determinação, garra, disciplina e equilíbrio emocional.
  • Humildade não é fazer voto de pobreza. É saber que você não sabe tudo, que sempre pode aprender e considerar o que os outros têm a dizer.
  • Não faria um terço do que eu faço se não tivesse disciplina.
  • Não adianta estar feliz no trabalho e ter a família em casa brigando. É preciso saber equilibrar papeis e atividades.

Em seu canal do Youtube, Abílio Diniz se põe como referência entre os empreendedores de sucesso, dá mais dicas importantes sobre carreira. A primeira dica se refere à dificuldade de se dizer não no ambiente corporativo. Vale a pena ver e trazer para o dia a dia.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=SZ2B6rL2wPY[/youtube]

Já a segunda se refere ao ato de delegar tarefas:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=QY9774uclnM&list=UUn5H0mDQEQoV1wy0q_INvPQ[/youtube]

Nathalia Nunes

About Nathalia Nunes

Fonoaudióloga formada pela FMUSP, com MBA em Economia e Gestão em Saúde na UNIFESP e apaixonada por comunicação, negócios e tecnologia em saúde. Na Live, trabalho com Marketing, Pesquisa e Conteúdo, tanto na produção de materiais editoriais e de pesquisa, quanto na difusão de temas e ações relacionados a negócios em saúde.

Leave a Reply