This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

É necessário que o médico se adapte às mudanças

“Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”
―Charles Darwin

A frase acima retrata uma realidade nos dias atuais para todos os setores, principalmente para os médicos, que vivem momentos conturbados com o excesso de trabalho, sobrecarga de plantões e falta de infraestrutura, equipamentos necessários, padronização, integração no atendimento e protocolos preestabelecidos.

Para a médica Mariana Perroni, médica intensivista da aceleradora Berrini Venture, esses desafios geram ansiedade para os médicos, com a percepção de perda de autonomia. Por outro lado, as inovações tecnológicas trouxeram maior forma de acesso à informação, mobilidade e conectividade, possibilitando assim novas oportunidades e adaptações para os médicos.

Se todas as informações da saúde (laudos, informações sobre convênio, informações de imagem) fossem padronizadas, poderíamos utilizar o Big Data de forma mais produtiva e eficaz, resultando em diminuir os desperdícios, aumentar os lucros, curar doenças e melhorar tratamentos. Felizmente as instituições começaram a perceber a importância de coletar e analisar esses dados para aprofundar os conhecimentos sobre as doenças, tratamentos e populações individuais.

O uso de mídias sociais podem ajudar na vigilância de epidemias com o compartilhamento de informações. Um exemplo foi em 2010, com o terremoto no Haiti, em que as pessoas estavam comentando sobre febre e diarreia por twitter. Com isso,  o surto de cólera foi descoberto.

Um exemplo é o caso da empresa japonesa Medpeer, que utiliza serviços de inteligência coletiva, conferência interativa online com cases e prescrição médica com informações farmacêuticas. O COO, da Medpeer, Tosh Wakimaru, afirma que o ano que vem está previsto fazer o portal da saúde com prontuário na nuvem, telemedicina e criar um Big Data para compartilhar e coletar informações no Japão e no mundo.

Há diversos desafios na saúde e contudo é necessário que o médico se adapte às mudanças da evolução tecnológica e inovação de novos processos que estão auxiliando a melhorar o atendimento, diminuir os gastos, melhorar tratamentos e aumentar a produtividade.

Essa discussão foi aprofundada no dia 28 de setembro durante o Hospital Innovation Show, que começou na segunda-feira (28/09), na conferência MedTech.

Veja a matéria completa no blog da Avelã 

*Aline Akemi ,da Avelã, especial para o Saúde Business

 

Portal Saúde Business

About Portal Saúde Business

Formar e informar o executivo de saúde é o que fazemos todos os dias. Há mais de 15 anos desenvolvendo um conteúdo proprietário e centrado nos principais gestores do país, acompanhamos as notícias e tendências que impactarão no dia-a-dia dos hospitais, operadoras, centros diagnósticos, farmacêuticas e clínicas do país.

Leave a Reply