This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

O desafio de gerir conteúdo não estruturado na saúde pública

By 1 de outubro de 2015 Saúde Pública

Como em qualquer outra atividade, no setor de saúde a informação deve ser entendida como um redutor de incertezas. Além de instrumento para detectar focos prioritários – essencial para um planejamento responsável e execução de ações que levem a transformações necessárias –, a informação no campo da saúde coletiva é fundamental para a eficiência, eficácia e efetividade do processo decisório.

Em um contexto de muitos dados gerados diariamente, é preciso que se tenha um sistema de gestão de conteúdo de alta disponibilidade para atender demandas de melhorias de serviços prestados à população ou mesmo para aprimorar processos internos. O desafio, portanto, é encontrar mais eficiência operacional e melhorar a qualidade assistencial e a segurança do paciente, sem deixar de lado o resultado financeiro.

Para que se alcance a eficiência, a gestão da informação na saúde pública precisa ter todas as aplicações funcionando de forma orquestrada em um ambiente totalmente digital. Ele também precisa ter requisitos técnicos e profissionais habilitados para atividades como coleta, registro, processamento, análise, apresentação e difusão de dados e, por fim, geração de informação.

Sistemas de BI (Business Intelligence) oferecem alta disponibilidade e permitem estruturar dados provenientes das mais diversas fontes de uma instituição de saúde pública. Assim, eles passam a ser informações estratégicas, que apresentadas em forma de relatórios, reportam necessidades. Outro ponto importante de integração é a o fácil acesso aos recursos de colaboração e comunicação, o que reduz custos de infraestrutura, traz maior autonomia na administração do ambiente de TI e ainda aumenta a mobilidade do usuário, que acessa e-mails e arquivos de qualquer lugar, de forma sincronizada.

Na saúde pública, dados tratados servem, sobretudo, para formulação de políticas públicas, para criação de programas de assistência ou de foco no tratamento de certas doenças. Além disso, sua função é disponibilizar o suporte necessário para que o planejamento, decisões e ações do gestor não se baseiem em dados subjetivos ou conhecimentos ultrapassados.

MV

About MV

A MV é líder de mercado em sistemas de gestão de saúde e sempre mostrou determinação para a excelência, inovação e geração de resultados. Crescendo lado a lado com os clientes, expandiu sua atuação de forma constante e sustentável, estabelecendo parcerias e investindo no talento das pessoas.

Leave a Reply