This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

⚠️ Hospital Albert Einstein, Rede D'Or, Amil, DASA, Fleury... todos no HIS. E você? Clique aqui

PEP: o caminho para controle eficaz de custos e processos

By 26 de janeiro de 2016 Hospitais

Já é certo que a utilização da TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) tem na área de saúde o maior potencial de crescimento, afinal ela não só pode contribuir para melhorar as condições de saúde dos cidadãos, como também aprimora a tomada de decisão dos gestores e, com a troca de experiências dos profissionais envolvidos, reforça a qualidade do atendimento médico.

Sua evolução propõe também um novo paradigma para as empresas do segmento. Nas organizações de saúde (públicas ou privadas) o desenvolvimento dos sistemas de informação possibilitará, em futuro próximo, a interligação de redes e o acesso a todo o histórico do paciente por profissionais no Brasil ou em qualquer lugar do mundo.  Esse é somente um dos desafios que o PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente) enfrentará. A sua implementação demandará muito mais esforço, mas em contrapartida, permitirá ao gestor ter muito mais controle sobre custos e processos da instituição.

Em primeiro lugar, o PEP coloca em xeque a dinâmica que atualmente rege processos de trabalho, rotinas médico-assistenciais, conceitos éticos e armazenamentos dos dados. A princípio é preciso informatizar todos os setores prioritários, planejar e treinar todos os envolvidos na assistência médico-hospitalar. Ao contemplar todos os atendimentos e internações, inclusive os de emergência, um PEP oferece mais que acompanhamento de cada evento. Ele provê uma visão detalhada do histórico e da evolução clínica dos pacientes.

Ter acesso às informações atualizadas, estruturadas e em tempo real é muito valioso para a gestão eficiente de uma instituição de saúde. Ao passo em que oferece disponibilidade em tempo real, um PEP também trabalha para reduzir desperdícios de materiais, remédios e glosas nos procedimentos e para controlar a capacidade de ocupação dos leitos. Ao otimizar esses (e muitos outros) processos de contas hospitalares, um PEP garante a qualidade dos serviços prestados ao paciente. Além disso, os novos métodos de armazenamento e de transmissão de dados proporcionam aos profissionais de saúde, técnicos e gestores de instituições trabalhar no controle eficaz de custos e processos hospitalares.

MV

About MV

A MV é líder de mercado em sistemas de gestão de saúde e sempre mostrou determinação para a excelência, inovação e geração de resultados. Crescendo lado a lado com os clientes, expandiu sua atuação de forma constante e sustentável, estabelecendo parcerias e investindo no talento das pessoas.

Leave a Reply