This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

5 perguntas para fazer antes de adotar um PACS

By 5 de maio de 2015 Medicina Diagnóstica, MV

Ele é um facilitador para o gerenciamento e compartilhamento de imagens digitais em radiologia. Nas instituições de saúde, o PACS (Picture Archiving and Communication System) pode ajudar a atender à demanda com eficiência dos serviços de diagnóstico por imagem, já que o médico pode visualizar os exames dentro ou fora do hospital, emitindo laudos rapidamente para a comodidade do paciente. São muitas as vantagens para a adoção do sistema, porém, o gestor deve se ater a alguns aspectos antes dessa importante decisão. Veja abaixo, algumas dicas sobre o assunto:

Quais as reais necessidades da sua instituição?

Se antes esbarrava no custo, hoje o êxito das soluções PACS depende do alinhamento dos módulos opcionais aos objetivos da instituição de saúde. Nesta etapa é importante determinar passos e objetivos, bem como escolher as ferramentas certas para o seu negócio. O volume de imagens que exigirá do processo é tão importante como a infraestrutura.

Por que implantar e incentivar a cultura de mudança?

Uma das coisas mais caras em um projeto é a falta de aderência dos usuários. A resistência à mudança de hábitos dos funcionários (incluindo os médicos) pode inviabilizar o projeto. É preciso incentivar a transição cultural no grupo hospitalar e, para isso, ciclos de treinamentos combinados com eventos promovidos aos funcionários podem funcionar. Sem comunicação e comprometimento da alta direção da empresa não se consegue implantar um projeto de PACS.

Por que planejar a incorporação do sistema e especializar a equipe?

Especialistas apontam que os problemas encontrados com a implantação do PACS muitas vezes estão relacionados à gestão da ferramenta e não à qualidade dos produtos. Por isso, mapear o quadro atual e estabelecer os objetivos mensuráveis para as metas de resultados são passos muito importantes. Para dar certo, a solução precisa ser customizada, amigável para evitar o uso de apenas 10% do potencial e escalável ao crescimento da instituição.

Qual a importância da escolha de um produto certificado pela ANVISA?

Quando define um planejamento, um bom gestor se atenta à diminuição de riscos. Durante o processo de definição do software a ser implantado, pesquise se ele corresponde a exigências da ANVISA, que monitora esse tipo de software em cada atualização disponibilizada no mercado. Também procure fornecedores com padrões de certificação estabelecidos por organizações internacionais como HIPPA (Health Insurance Portability and Accountability Act) e IHE (Integrating the Healthcare Enterprise). Evite surpresas desagradáveis, afinal qualquer atualização de sistemas que manipule imagens precisa ser renovada periodicamente. O desrespeito a essa regra é considerado infração sanitária e estabelecimentos de saúde podem responder criminalmente por tal prática.

Por que a prioridade é substituir o filme e migrar definitivamente para o digital?

Embora possa ser feito em passos, a implantação de um projeto de PACS deve ter como prioridade a substituição para o digital. É essencial para a redução de custo inicial, afinal elimina-se aqui o custo de manter equipe de TI, software, manutenção, entre outros, para seguir com a impressão paralela. O ideal é estabelecer metas de redução em 70% no primeiro ano e de 90% em um ano e meio.

MV

About MV

A MV é líder de mercado em sistemas de gestão de saúde e sempre mostrou determinação para a excelência, inovação e geração de resultados. Crescendo lado a lado com os clientes, expandiu sua atuação de forma constante e sustentável, estabelecendo parcerias e investindo no talento das pessoas.

Leave a Reply