Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Um pouco mais sobre a Taxa de Inspeção Extra-Zona

Publicidade

 No último artigo que publiquei, comparei os custos da Inspeção Extra-Zona cobrados pela ANVISA, a uma viagem de um auditor, com todos os custos + as diárias do profissional. Os valores resultantes não chegaram nem próximos aos cobrados pela ANVISA. Bem, ainda insatisfeito com o resultado, busquei em algumas Certificadoras de Sistemas, o valor que seria cobrado por uma Certificação ISO 9000, nas mesmas cidades utilizadas no exemplo anterior; Miami, Londres e Tóquio.  Na média, as certificadoras cobram R$ 25.000,00 por um período de 3 (Três) anos de certificação, o que nos dá R$ 8.333,33/ano. Foram mantidos os mesmos valores de passagens aéreas e diárias do exemplo anterior, obtidos em sites de viagens.  No cômputo geral, os valores ficam assim distribuídos: 

DESTINOPASSAGENS AÉREAS + HOTEL (R$)HONORÁRIOS DACERTIFICADORA(R$)TOTAL (R$)
Miami4.047,628.333,3312.380,95
Londres8.976,428.333,3317.309,75
Tóquio6.988,378.333,3315.321,70

 Tomando-se o maior valor da tabela acima, conclui-se que o custo anual para a manutenção de um certificado ISO 9000 é cerca de 47% daquele cobrado pela ANVISA para as Inspeções Extra-Zona. Como isso pode ser justificado? De onde saiu o valor de R$ 37.000,00 que a ANVISA cobra? Onde isso está demonstrado? Na semana passada, fui procurado por vários empresários, donos de pequenas e médias empresas do setor de Produtos para Saúde, alguns indignados e outros até desesperados, sem saber o que fazer para arcar com esses custos, que inviabilizam seus negócios, alguns com décadas de existência.  O que a ANVISA fará a respeito, não se sabe. Mas o certo é que algo deve ser feito. Às empresas, neste momento, só resta buscar proteção no sistema Judiciário. Em tempo: na última reunião da Força Tarefa (Task Force) da Câmara Americana/SP, o próprio Presidente da ANVISA, Dr.Dirceu Raposo, disse discordar dessas inspeções e que a ANVISA não tem auditores em número suficiente para realizar todas as auditorias, compulsórias a partir de Maio/2010.   

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta