Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sites de Conteúdo da Área Hospitalar e Benchmark

Publicidade

Em outubro foram atualizados, além do site sobre Faturamento e Auditoria de Contas Hospitalares (www.faturamentohospitalar.net.br), também os sites sobre:

  • Administração Hospitalar ? www.administracaohospitalar.net.br
  • Informática Hospitalar ? www.informaticahospitalar.net.br
  • Gestão do Ciclo de Vida dos Contratos ? www.contratos.net.br

Este último não se restringe apenas à área hospitalar, tendo mais da metade dos acessos realizados por empresas de outros segmentos de mercado.

Todos são de acesso livre (não necessitam cadastramento) e gratuito e são visitados em média por 200 novos visitantes por dia, gerando mais de 100.000 impressões de página.

A partir de agora vamos incrementar as áreas onde se pode fazer download de textos, planilhas, check-lists, etc.

Fica o convite: caso tenha interesse em publicar algum artigo ou documento que seja útil para a gestão hospitalar, pode utilizar o próprio canal de comunicação dos sites para enviar. O documento ficará disponível em uma lista de assuntos e seu nome, ou o nome da sua empresa, estará vinculado a ele.

A ideia desta iniciativa surgiu pela constatação de que os hospitais fazem muito pouco benchmark … na verdade a maioria quase não faz benchmark algum:

  • Comparam alguns indicadores de gestão;
  • Aderem a um programa de qualidade;
  • Contratam algumas pessoas de mercado para gerir áreas que consideram ?estratégicas para o negócio?.

E geralmente julgam que isso é suficiente para afirmar julgar que têm um bom modelo de gestão ? e invariavelmente se enganam.

O engano geralmente se dá ao nível operacional ? nos processos operacionais ? incluindo processos que vão desde a definição dos preços até a formação das contas, passando pelos processos de registro de consumos e utilizações de recursos nas diversas áreas hospitalares, e pelos processos de relacionamento com os fornecedores.

Este cenário ?esconde debaixo do tapete? perdas na aquisição de produtos e serviços, e na venda dos produtos e serviços hospitalares. A perda fica ?protegida? pelo cumprimento dos processos internos definidos em normas e POPs, que podem ser diferentes de processos praticados por algum outro hospital do mercado.

Quando comparamos nossos processos com o de diversos hospitais, ao invés de focar naquele que consideramos ?o principal concorrente?, descobrimos que ?tem um cara que faz uma coisa que não fazemos? e isso pode se tornar diferencial competitivo que não tivemos a oportunidade de analisar antes.

A ideia dos sites é incentivar o benchmark para que os gestores hospitalares se habituem à prática de observar o que os demais hospitais fazem, e acabem descobrindo ?estas pequenas coisinhas? que podem melhorar o resultado.

O simples fato de publicar uma planilha desenvolvida para melhorar um processo e perceber que ninguém se interessou por ela pode ser um indicativo que os outros hospitais podem utilizar uma ferramenta mais eficiente para a situação.

Batendo o olho nas páginas é possível verificar que a ITMidia apoiou a iniciativa. Na verdade, quem é do ramo, quando é abordado sobre alguma iniciativa de benchmark não pensa muito para aderir … é só uma questão de ?tirar um pouco o pé da lama? que é a gestão hospitalar, e ?investir um tempinho? na adesão ao benchmark para ?receber os dividendos?.

Reitero o convite: experimente aderir ao benchmark … depois me diga se o resultado não foi bom !!!

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta