Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Reformar atendendo as sugestões de palpiteiros

Publicidade

Reforme seu edifício de Saúde atendendo as sugestões de palpiteiros

Os edifícios de saúde quando em funcionamento, necessitam permanentemente se adequarem ao surgimento de novas tecnologias médicas, aumentos de demandas ou novos serviços, tanto para os usuários como para os profissionais que nele atuam.

Por menores, tanto em áreas físicas como em custos e tempos, que venham a ser estas intervenções no edifício, – muitas vezes em plena operação! ? é desejável que sejam confeccionados projetos de arquitetura e de instalações, para que os dirigentes tenham objetivos e controles sobre o que se pretende realizar!

Ocorre que muitos administradores hospitalares julgam as reformas prediais como uma coisa simples e rápida, facilmente explicável a um empreiteiro que tem como precedente e mérito a troca do piso da casa de praia do próprio, com inteiro sucesso e a preço muito em conta. Consultado por seus pares na direção da empresa sobre qual é o seu projeto ou se haveria uma ?planta?, a resposta surgiu firme e imediata: ?está na minha cabeça!?

Nem todos então conseguem imaginar o que será demolido, alterado e erguido: necessitam ?ver para crer!? e passam a acompanhar as obras, agora se materializando em tijolo e cimento, e estimulando o surgimento de uma legião de ?palpiteiros?, que se expressam por duas palavras-chave: já que! e acho que!, tendo como exemplos: já que vão fazer uma laje porque não se constrói mais um depósito de inservíveis sobre ela! ? Acho que esta sala devia ser maior e com uma porta para fora! Sempre se poderá futuramente dar a ela um destino!

O cenário descrito tem sido constatado ser uma prática em inúmeras instituições de saúde, onde os dirigentes imaginam gerar economias em tempos e custos, e acabam conseguindo demonstrar que o ?barato sai caro?.

Estamos sugerindo que toda e qualquer mudança que venha a ser executada em um edifício de saúde tenha confeccionado os projetos físicos, que será documento hábil, tanto para orientação e orçamentação do pretendido, como para dar registro e aprovação da realização, perante os órgãos públicos que analisam as intervenções físicas.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta