Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Rastreabilidade dos medicamentos é a boa notícia para fechar 2013

Publicidade

Demorou, mas finalmente a população vai ganhar mais segurança na hora de consumir remédios. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária decidiu adotar o sistema de rastreabilidade para acompanhar todas as etapas desses produtos, desde a fabricação até a venda. Na área de logística hospitalar sabemos o quanto isso é importante. Trata-se também de uma garantia não apenas para o consumidor, mas para os próprios fabricantes.

Todas as embalagens vão conter uma identificação única, um algoritmo bidimensional, como padrão de estruturação da informação, e a indústria deverá implantar um sistema eletrônico que siga cada passo do medicamento. Assim, o usuário vai poder saber todo o histórico do remédio e, o principal: ter certeza de que o produto é original e possui procedência legal. O código permite obter informações históricas e geográficas sobre o trajeto percorrido pelos medicamentos, um verdadeiro raio-X do produto e do caminho que eles seguiram. Com essa rastreabilidade, será possível combater o contrabando e as falsificações.

A Anvisa estabeleceu um prazo de três anos para a total implantação do sistema eletrônico. Mas a expectativa é que em dois anos cada fabricante defina pelo menos três linhas de remédios com o código de barras bidimensional. No caso dos controlados, para se ter uma ideia, será possível inclusive saber quem adquiriu o produto.

Com essa bela iniciativa da Anvisa, aproveito para desejar a todos um ótimo Natal e um Ano Novo repleto de novidades na área da saúde!

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta