HIS17 É hora de mudar a saúde! Faça como seus colegas, participe do HIS. Quero participar da mudança

Rastreabilidade de medicamentos como ferramenta para otimizar a dispensação

Publicidade

O rastreamento dos insumos, da origem até a aplicação no paciente, usa ferramentas de automação, como códigos de barras datamatrix ou tradicionais. Esta é uma forma de monitorar e garantir que o paciente certo recebeu o produto certo, no momento certo, além de permitir mais facilmente a identificação de medicamentos em caso de recall, por exemplo. Isso é especialmente importante no Brasil, onde os órgãos de controle do setor emitem cerca de mil avisos de anormalidades em produtos por ano. Sem rastreabilidade, a tarefa de identificar os pacientes que tomaram medicamentos não adequados é praticamente impossível, conforme detalho nesse vídeo:

Com bons processo de rastreamento, percebem-se ganhos também na dispensação, que pode ser em doses unitárias, como na prescrição médica dada a determinado paciente, ou de forma coletiva, atendendo, por exemplo, unidades de saúde ou farmácias-satélite. A rastreabilidade é o que garante o controle e registro de todo o percurso da medicação e permite que o próprio hospital acione os pacientes em caso de recall. O processo também evita perdas por furtos e data de validade, como explico no vídeo:

Domingos Fonseca, Presidente da UniHealth Logística Hospitalar

 

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta