🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 20! CLIQUE AQUI

O seu consultório já é digital?

Publicidade

Computadores, internet, smartphone, aplicativos e cloud computing. Se antes essas expressões eram estranhas aos profissionais de saúde, hoje são parte integrante da rotina médica. Clínicas e consultórios recorrem cada vez mais às ferramentas digitais para otimizar a gestão e melhorar a qualidade de atendimento, mas ainda são poucos os médicos que percebem as vantagens de “digitalizar” todos os processos de seu dia a dia.

De acordo com dados da Pesquisa TIC Saúde 2016, divulgada em novembro de 2017, 61% dos médicos utilizam regularmente o computador para o atendimento dos pacientes, mas apenas 50% aproveitam a ferramenta para outros assuntos referentes ao funcionamento de seu local de trabalho. Ou seja: metade ainda se recusa a utilizar soluções digitais para além do nível mais básico de atendimento.

Esse número é explicado pelo próprio receio que os profissionais de saúde possuem diante de novos recursos que surgem todos os anos. Ferramentas inovadoras exigem um período de adaptação para entendê-las e usufruir o que elas podem oferecer de melhor. Até lá, é natural surgirem problemas que o médico não está acostumado a resolver. Portanto, ele precisa estar disposto a enfrentar essas dificuldades se quiser, de fato, “digitalizar” e melhorar a gestão de seu consultório.

A primeira mudança necessária é a eliminação do papel, deixando que todos os documentos sejam digitais e possibilitando seu acesso na nuvem. Para isso, procure soluções que atendam aos requisitos da Certificação SBIS-CFM, com Nível de Garantia de Segurança 2 (NGS-2), por possuírem integração com certificados digitais. Receitas, prontuários, formulários e demais documentos terão apenas a versão digital.

Depois, é preciso utilizar essas ferramentais digitais para se aproximar de seus pacientes. Ter um site responsivo na Internet é fundamental para marcar presença na web. Contudo, o consultório deve utilizar outras ferramentas de comunicação, como o próprio prontuário eletrônico para agendar consultas online e disparar e-mails, além do trabalho em redes sociais, como WhatsApp, Facebook e Youtube.

Por mais acostumado que o médico esteja com sua rotina, atualmente ele precisa otimizar seu consultório para poder dedicar mais tempo naquilo que ele sabe fazer de melhor: atender seus pacientes com qualidade. Assim, “digitalizar” o consultório deixou de ser um artigo de luxo para se transformar em diferencial estratégico na área de saúde.

       
Publicidade

Deixe uma resposta