🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 15! CLIQUE AQUI

Zona Norte do RJ ganha serviço especializado em Pediatria

Publicidade

Na contramão de uma tendência de mercado, que é o fechamento de serviços de Pediatria e da redução do número de especialistas do setor – de 13,6% em 1996 para 10% em 2016, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, a zona norte carioca ganha uma unidade de atendimento especializado na assistência à infância, a Clínica Total Kids, em Olaria.

Com serviços nas áreas de alergia, dermatologia, ginecologia, gastroenterologia, otorrinolaringologia, endocrinologia, imunologia e cirurgia infantil, além de pronto-atendimento e nutrição infantil, essa é a segunda unidade da clínica na Zona da Leopoldina – a primeira fica em Bonsucesso –, região que concentra 34% das clínicas e hospitais infantis, públicos e privados, do município.

Além de oferecer cerca de 30 especialidades infantis, a Total Kids – dirigida pelo médico Antonio Carlos Turner, especialista em Pediatria, com título pela Sociedade Brasileira de Pediatria e pela Associação Médica Brasileira, e pós-graduação em Nutrologia Pediátrica pela Boston University – disponibiliza ainda dois serviços diferenciados: sala de vacinação que segue rígidas exigências da Sociedade Brasileira de Imunização, e o ambulatório de Nutrição e Obesidade infantil.

“Oferecemos as vacinas mais modernas disponíveis no mercado. A sala de vacinação tem ainda leitos de repouso e medicamentos de pronto atendimento, para casos de reação à vacina”, conta o médico, que tem mais de 30 anos de experiência.

Já no ambulatório de Nutrição e Obesidade infantil, os pais são orientados a como montar o cardápio da criança de forma saudável. “A obesidade já se tornou um problema de saúde pública. Dados do IBGE mostram que uma em cada três crianças brasileiras, com idades entre 5 e 9 anos, apresenta excesso de peso”, alerta o pediatra. Ele, que é especialista em Nutrologia Pediátrica, adverte que crianças obesas têm alterações no perfil lipídico, hipertensão arterial e resistência à insulina, uma tríade chamada de síndrome metabólica. O médico alerta: “são crianças que terão maior risco de desenvolverem placas nas paredes sanguíneas, o que reduz o fluxo de sangue nos tecidos de órgãos muito importantes como cérebro, coração e rins, aumento da pressão arterial sobrecarregando todo o organismo principalmente cérebro, coração e rins e propensão ao desenvolvimento de diabetes pelo alto consumo de açúcar”.

 

       
Publicidade

Deixe uma resposta