Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Waldir Rosenberger e a ProMen: Como o investimento anjo viabilizou o projeto ?

Publicidade

Durante o processo de recolocação profissional de Waldir Rosenberger, executivos da DBM destacaram que seu perfil empreendedor indicava que seu perfil empreendedor indicava que poderia ter um negócio próprio. Como executivo já havia realizado três iniciado três startups no Brasil, sendo o responsável por iniciar as operações da CibaVision, trazer o Boston Medical Group para o Brasil e ter participado de uma operação na área de petróleo.

Como não tinha todo o capital necessário para o projeto, escreveu o plano de negócios em três semanas e na própria DBM, onde durante muito tempo funcionou a São Paulo Anjos, conheceu sete investidores interessados em investir em seu negócio: a ProMen. Selecionou quatro destes empreendedores, todos com perfil fortemente financeiro, que Waldir reconhece como uma de suas deficiências.

De acordo com Waldir, o relacionamento com os Investidores Anjos é intenso, sendo realizadas reuniões mensais de acompanhamento que começam às 06 da tarde e terminam após a meia-noite. Noites mal dormidas foram alguns dos efeitos colaterarais deste relacionamento, que é pautado por uma grande cobrança sobre os resultados financeiros da companhia. Enquanto o empreendedor quer expandir o seu negócio, o investidor quer distribuir o lucro o mais rapidamente possível,o que gera um conflito saudável entre as partes.

A ProMen é uma clínica de disfunção erétil masculina, um mercado restrito, mas que é mal atendido pela oferta padrão do mercado, pois o homem tem muita vergonha desta condição e jamais conta para os seus amigos sobre este problema. De acordo com Waldir, este é um negócio em que NÃO existe BOCA A BOCA, os clientes não falam sobre o sucesso do tratamento, logo investir muito em marketing é fundamental. No início das operações, 30% das verbas eram destinadas ao investimento em marketing, sendo que semanalmente a ProMen investe de segunda a quinta em jornais de grande circulação como o Metro e em Revistas semanais como a Isto É. Para saber de qual veículo o cliente ligou utiliza números diferentes para cada anúncio. Atualmente, 14% da verba da empresa é destinada ao marketing e a meta é baixar este valor, com melhor otimização deste investimento, que ocorrerá quando a ProMen estiver presente em cidades em que anuncia através de revistas de circulação nacional, mas em que não está presente.

Para que o homem não se sinta constrangido ao ler este tipo de anúncio os anúncios ocupam apenas 1/3 de página, assim ninguém pode brincar com quem está lendo que parou numa página sobre impotência. Neste nicho de mercado, o marketing é feito de detalhes. No call center da empresa somente estão presentes atendentes homens, para evitar qualquer constrangimento.

O tíquete médio do tratamento é de R$3.000 a R$4.000 e para evitar inadimplência busca jogar a maior parte do valor do tratamento no cartão de crédito e o crédito que falta vai via boleto bancário, o que gera uma inadimplência estimada de 6%.

A ProMen faturou R$15 milhões em 2010, com três unidades São Paulo, Salvador e Curitiba e espera faturar mais de R$23 milhões em 2011.

Atenciosamente,

Fernando Cembranelli

Equipe EmpreenderSaúde

Vejam este EXCELENTE vídeo com Waldir Rosenberger sobre a ProMen e os Investidores Anjo da Empresa:

Foto: Da direita para a esquerda, Waldir Rosenberger da ProMen (em pé), Cássio Spina da São Paulo Anjos e Edson Rigonatti da Stella Investimentos

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta