Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

VSR – um dos vilões do inverno

Publicidade

O vírus sincicial respiratório (VSR) é responsável por infecções que podem se manifestar através de sintomas característicos de um leve resfriado até casos de bronquiolite e pneumonia. A transmissão do VSR se dá por meio de microgotículas de saliva expelidas no ar ou pelo contato com pessoas infectadas. “Nos adultos saudáveis, a infecção costuma ser branda e pode até passar despercebida, mas em bebês e em pessoas que sofrem de doenças crônicas respiratórias, cardiopatias ou imunodeficiência, a situação é mais grave, pode exigir a internação e implicar em risco de vida”, alerta o médico André Ricardo Araújo da Silva, infectologista do Prontobaby – Hospital da Criança, do Rio de Janeiro.

Nos recém-nascidos prematuros, por exemplo, a frequência de hospitalização devido ao VSR chega a ser dez vezes maior que em recém-nascidos que completaram todo o tempo de gestação. Nos prematuros, também é maior o tempo de internação e o risco de morte.

Bronquiolite

“Quando o VSR atinge o pulmão, pode acontecer infecção dos bronquíolos – pequenas vias respiratórias – o que dificulta a entrada e a saída de ar. Por isso, pacientes com bronquiolite têm dificuldade de respirar e apresentam um som semelhante a um ‘chiado’ no peito”, explica o infectologista do Prontobaby – Hospital da Criança. O tratamento da infecção, segundo André Ricardo, é sintomático, ou seja, não há cura, mas formas de aliviar os sintomas da doença.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta