🚀 HIS18 Já conferiu os primeiros palestrantes do HIS? Já são mais de 15! CLIQUE AQUI

Votação da CPMF pode ser adiada

Publicidade

Depois da aprovação do relatório do senador Romero Jucá (PMDB-RR) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado contrário às emendas apresentadas à proposta de emenda constitucional (PEC) que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o caminho ficou livre para a votação do projeto no plenário.
Na semana passada, o presidente interino da casa, Tião Viana (PT-AC), garantiu que a votação aconteceria nesta quinta-feira, 6, porém o governo não parece disposto a se arriscar. A PEC precisa de 49 votos para ser aprovada,  e com a forte pressão da oposição para acabar com a CPMF, alguns parlamentares já falam em adiar a votação para a próxima semana, alegando falta de quorum para a votação. Os senadores da oposição querem que a PEC seja votada hoje.
Ontem, durante o lançamento do Plano de Aceleração de Crescimento da Saúde, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a reforçar a importância da manutenção da CPMF para o setor.

       
Publicidade

Deixe uma resposta