Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Verticalização aumenta qualidade na cadeia produtiva do setor

Publicidade

“Verticalização: conceitos, aplicações e resultados” foi tema da primeira palestra desta segunda-feira, 18, proferida pelo doutor em administração financeira, Roy Martelanc. Na oportunidade, o estudioso falou sobre a cadeia produtiva e o entrelaçamento entre os elos fortes e fracos que a compõem. Citou ainda a importância do fortalecimento relativo entre estratégias de custo e margem e alertou para a necessidade da revisão de processos e recursos nesta cadeia para a obtenção de bons resultados. ?É preciso conseguir articular os elos da cadeia produtora?, diz. Segundo Martelanc, o segredo para se fortalecer no mercado está na elaboração de estratégias de diferenciação e qualidade. ?As operadoras devem explorar as vantagens do conceito seguro, restringir a livre escolha do prestador e privilegiá-lo com menor custo. Já o prestador de serviço deve aumentar a participação dos direitos particulares e o valor da marca, sempre privilegiando a qualidade.?
Martelanc ressaltou as principais vantagens e desvantagens da verticalização. O lado positivo está na maior produtividade e qualidade da cadeia dado o mesmo custo e o poder que ela adquire, além da redução nos custos de transição e do investimento em prestador como reserva técnica de operadora. Em contrapartida, perde na aquisição e nas contingências fiscais e trabalhistas, encontra dificuldades para motivar pessoas de alta performance e tem dificuldade de mesclar mortalidade de negócios distintos. ?A tendência é existir maior verticalização onde a visão de custo é mais importante e menor onde a qualidade é mais valorizada.?

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta