Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Unimed-Rio investe R$ 200 mi em unidade própria

Publicidade

A Unimed-Rio inaugurou nesta semana primeiro pronto atendimento disponível 24 horas por dia para seus clientes. Os investimentos totais na rede própria, localizada na Barra da Tijuca, são de cerca de R$ 200 milhões até o fim de 2011.

O PA Barra é o primeiro empreendimento da rede de atendimento que a Unimed-Rio está construindo, que incluirá mais dois PAs, um núcleo de Gestão de Saúde e um hospital de alta complexidade.
A unidade oferece estrutura para atendimentos de urgências e emergências, nas especialidades de clínica médica, pediatria e ortopedia, além de realizar exames de apoio diagnóstico, laboratoriais, raio-X, ultrassom, tomografia computadorizada, entre outras opções. A unidade também atende a clientes particulares.
Dentre as especialidades, apenas a ortopedia não tem atendimento 24 horas, estando disponível no período diurno. Segundo a companhia, sua estrutura está preparada para manter os pacientes em observação clínica de 12 horas e, quando necessário, encaminhá-los a um hospital da rede credenciada.
A unidade destina-se a atender urgências clínicas como crises hipertensivas, de asma, falta de ar, dor no peito, dor de cabeça, quadros infecciosos agudos, dengue, cólica renal, dores abdominais, tonteiras, desmaios, gastrenterites, casos de desidratação e crises alérgicas.
O PA Barra não é o espaço indicado para determinados atendimentos. Abaixo, uma lista de procedimentos que não estão no escopo de trabalho da unidade:
· Check up, consultas clínicas eletivas, consultas de revisão, doenças de pele, sintomas de longa evolução (perda de apetite por um longo período): para estes casos, os pacientes devem agendar consulta com os médicos cooperados;
· Politraumatismos em decorrência de acidentes de trânsito ou acidentes violentos (tiros, facadas, queda de laje), corpo estranho em via áerea ou digestiva (espinha de peixe, moeda, tampa de caneta), urgências oftálmicas ou de otorrino: estes casos devem ser direcionados para hospitais com serviço de emergência ou serviços especializados de urgência.
· Urgências ginecológicas e obstétricas – a unidade não tem ginecologista, nem equipamentos para o exame ginecológico.
Você tem Twitter? Então, siga  http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.
 
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta