Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Unidade de aborto funcionava dentro do Hospital de Cristalina

Publicidade

O Hospital Municipal de Cristalina, em Goiás, fechou as portas nesta segunda-feira (10) por determinação do Ministério Público. A Justiça do Estado atendeu ao pedido do MP, que suspeita de que na unidade funcionava uma clínica de aborto.
A unidade foi vistoriada por promotores e policiais que encontraram sete fetos, material biológico (como placenta) e documentos em um banheiro desativado. O material foi recolhido e encaminhado para a perícia.
A prefeitura de Cristalina informou que também vai apurar as denúncias.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta