Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Tromboembolismo em cirurgias plásticas: dá para prevenir?

Publicidade

Trombose ou tromboembolismo venoso é um distúrbio do sistema circulatório que ocorre quando há bloqueio do fluxo de sangue dentro de um vaso sanguíneo por um coágulo ou trombo. A doença apresenta duas manifestações clínicas distintas: a trombose venosa profunda (TVP), quando surge a formação do coágulo na veia profunda da perna, coxa ou pelve, e a sua maior complicação, a embolia pulmonar, quando o trombo cai na circulação sanguínea e segue em direção aos pulmões. Dependendo do grau de obstrução nos pulmões, os sinais podem variar desde uma respiração mais curta até sintomas graves, muitas vezes fatais. Para evitar a trombose, no caso específicos das cirurgias plásticas, é necessário fazer um planejamento pré-operatório cuidadoso, respeitando os protocolos de risco e os métodos de profilaxia para evitar intercorrências. Para cada caso, o cirurgião plástico deve avaliar a adoção de medidas, tais como a interrupção do tabagismo, dos anticoncepcionais no pré-operatório, a redução da extensão do procedimento, a utilização de meias anti-trombóticas e de aparelhos de compressão intermitente dos membros inferiores e o emprego de heparina de baixo peso molecular no intra-operatório e no pós-operatório, associado à deambulação precoce.

Ruben Penteado, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

www.medintegrada.com.br

http://twitter.com/rubenpenteado

http://dicadebeleza.wordpress.com

http://www.youtube.com/user/medintegrada

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta