🚀 HIS 17 Última chance: Mais de 5.000 inscritos! E você? Já emitiu sua credencial gratuita Clique aqui

Tribunal de Justiça em Minas obriga plano a oferecer tratamento domiciliar

Publicidade

Uma cooperativa médica em Minas Gerais, foi condenada pela 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça a ressarcir um paciente em R$ 7.245,06 gastos em medicamentos. A Justiça anulou a cláusula contratual que proibia a cobertura de fornecimento de medicação fora do ambiente hospitalar. Segundo o acordo com o TJ-MG, o cliente do plano de saúde sofreu lesão medular e fratura de duas vértebras em um acidente de automóvel. Ele ficou paraplégico e precisava de medicação intravenosa, a ser aplicada em sua casa. O plano não liberou a aplicação do medicamento fora do hospital, alegando falta de cobertura contratual.

       
Publicidade

Deixe uma resposta