Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Tratamento recupera pigmentação da pele em vítimas de queimaduras

Publicidade

Um tratamento recupera a pigmentação normal da pele nas áreas afetadas por hipocromia cutânea nas vítimas de queimaduras. Desenvolvida pelo Laboratório de Cirurgia Plástica e Microcirurgia Experimental da Faculdade de Medicina da USP, a técnica consiste em um enxerto de epitélio de queratinócitos (célula que forma a epiderme) cultivado em laboratório, informa a Agência USP. O Ambulatório de Queimados do Hospital das Clínicas já submeteu dois pacientes ao tratamento nos últimos sete meses, apresentando resultados posivitos. A pesquisa foi conduzida pela equipe do professor Marcus Castro Ferreira, titular da Disciplina de Cirurgia Plástica da FMUSP e diretor da Divisão de Cirurgia Plástica e Queimaduras do Hospital das Clínicas.
O transplante de epitélio de queratinócitos passou a ser realizado após a comprovação clínica de que ele pode funcionar como “transportador” de melanócitos – células responsáveis pela formação da melanina, substância que dá cor à pele. Testes em laboratório mostraram que durante o cultivo de epitélio de queratinócito ocorre um crescimento simultâneo de melanócitos. Os queratinócitos são obtidos da pele do próprio paciente por meio de biópsia, para evitar rejeições.
A ausência de melanócitos acontece nos locais de queimadura em alguns pacientes, por razões ainda desconhecidas. O enxerto de epitélio cultivado como “transportador” de melanócitos já era utilizado no exterior para o tratamento do vitiligo. Mas segundo a médica Marisa Roma Herson, pesquisadora responsável pelo trabalho do Laboratório de Cirurgia Plástica da FMUSP, os casos dos pacientes do Hospital das Clínicas são os primeiros transplantes clínicos de epitélios cultivados para o tratamento de sequelas de queimaduras no Brasil.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta