Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Transfusões de sangue crescem 25% devido às festas de fim de ano

Publicidade

Acidentes de trânsito ou nas estradas, crescimento no número de distúrbios gastrointestinais provocados por alimentação abusiva e excesso de álcool são fatores que fazem de dezembro e primeira quinzena de janeiro os períodos de maior trabalho para os bancos de sangue. No Hospital Samaritano, o índice de transfusões chega a crescer 25% no período das festas de fim de ano. Paralelo a esse quadro, no fim de ano, o número de doadores cai bastante em razão das férias escolares e do uso exagerado do álcool – um fator proibitivo para quem planeja doar sangue. Desta forma, para garantir o estoque de sangue até janeiro, o Banco de Sangue do Hospital Samaritano fechou parcerias com universidades e indústrias em busca de doadores de repetição – uma maneira de ter mais segurança e controle da qualidade do sangue coletado.

Requisitos para ser um doador

Antes de doar sangue, os interessados passam por um minucioso processo de triagem clínica. Esse procedimento é necessário para identificar se o doador apresenta sinais de anemia, doenças infecto-contagiosas e se há presença de comportamento de risco. São coletados de cada doador aproximadamente 450 mililitros de sangue, sendo que a coleta leva menos de 20 minutos.

Assessoria de Imprensa

CDN – Companhia de Notícias

Carolina Lazareth – (11) 3821-5567 / carolina.lazareth@samaritano.org.br

Eduardo Gaggini – (11) 3821-5563 / eduardo.gaggini@samaritano.org.br

Edgard Carvalho – (11) 3643-2936 / edgard@cdn.com.br

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta