Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

TrakHealth troca comando no Brasil

Publicidade

A TrakHealth, empresa de sistemas de gestão para o segmento de saúde, acaba de nomear Jamil Mattar como novo diretor geral das operações da companhia no Brasil. O executivo, que atuava como diretor de produtos e serviços desde abril de 2002, substituirá Wagner Andrade. “Nossa missão é dar continuidade às ações de consolidação da marca no País, capacitar parceiros e garantir a satisfação do cliente, além de divulgar a nova versão do produto MedTrak”, afirma Mattar. Segundo o executivo, a TrakHealth prevê um investimento de U$ 2,4 milhões para 2004. “Entre as ações estão a capacitação de parceiros, já que atuamos através de canais de distribuição, e a escolha e negociação com clientes de referência”, comenta Mattar. A estratégia da companhia também inclui uma aproximação a outros países da América Latina, começando por Chile, Argentina e México. “Estamos trabalhando inicialmente com o Chile. Trata-se de um mercado diferente do brasileiro, em que o serviço de saúde é mais forte na rede pública”, explica o executivo.
Ainda em dezembro de 2003, a TrakHealth apresenta a versão 6.5 do MedTrak for Web, solução de gestão que integra Prontuário Eletrônico, e recebeu novos recursos. “Esta nova edição requer treinamento de parceiros e clientes. No plano comercial, vamos implantar novas práticas, com destaque para o modelo ASP (Application Service Provider), que consiste no pagamento pelo uso do sistema, como um aluguel”, destaca Mattar.
De acordo com o novo diretor, a previsão para 2004 é aumentar em 50% a base instalada da empresa, que até o final de 2003 deve ser de 24 sites (usuários do MedTrak). A atuação da TrakHealth, seja diretamente ou através dos canais, deverá se concentrar nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Paraná e Rio Grande do Sul. “Entre os cerca de 6,5 mil hospitais brasileiros, 75% dos leitos se concentram nesses estados. E o mercado potencial para a adoção de nosso produto é alto, já que poucas instituições possuem recursos de infra-estrutura tecnológica”, reflete Mattar.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta