Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Tocantins suspende contratos de mais 35 médicos cubanos

Publicidade

Os 35 médicos cubanos que permaneciam trabalhando no Tocantins tiveram seus contratos rescindidos ontem. Eles não possuíam diploma revalidado no Brasil nem registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).
A decisão do juiz Marcelo Velasco Nascimento prevê pagamento de multa diária de R$1 mil por profissional atuando irregularmente.
No mês passado, a Justiça do Tocantins acolheu a solicitação do CRM e determinou a rescisão de 69 contratos dos profissionais que atuavam no Programa Saúde da Família (PSF) e impediu a contratação de novos médicos estrangeiros.
A decisão foi suspensa pelo Tribunal Regional Federal (TRF) e os 35 médicos que não retornaram à Cuba voltaram ao PSF. O procurador-geral do estado, José Renard, afirmou que recorrerá da nova determinação para rescisão dos contratos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta