Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Tipo sangüíneo e fator RH podem ser obrigatórios na cédula de identidade

Publicidade

Do deputado Agnaldo Muniz (PP-RO), o Projeto de Lei 6045/05 que torna obrigatória a inclusão do tipo sangüíneo e do fator RH na carteira de identidade, está sendo analisado pelo plenário. Para o autor do projeto, a pronta identificação do tipo sangüíneo e do fator RH poderá tornar mais fácil o atendimento médico de emergência e salvar a vida de vítimas de acidentes. A proposta tramita em conjunto com o Projeto de Lei 308/95, do ex-deputado Genésio Bernardino, que torna obrigatória a indicação do tipo sangüíneo na certidão de nascimento, na cédula de identidade e na carteira de habilitação. Aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), o projeto agora será analisado pelo plenário, em conjunto com os PLs 1877/03, 3610/04, 5034/05 e 5783/05.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta