Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Teste HPV – Lab.Richet

Publicidade

HPV

O novo exame PCR com genotipagem para HPV permite diagnosticar não só a existência do vírus HPV, como também identificar o tipo de agente em questão. Com o teste é possível ter um diagnóstico eficaz tanto para homem quanto para mulher, onde os mais de 100 tipos de HPV são identificados. O exame deve ser feito a partir do início da atividade sexual, em casos indicados pelo médico. Segundo estudos da Organização Mundial de Saúde (OMS) o número de pessoas com câncer deve chegar a 15 milhões em 2020, mas pelo menos cinco milhões de diagnósticos podem ser evitados com mudanças no estilo de vida, principalmente no que se refere à alimentação e prática de exercícios físicos. A infecção sexualmente transmitida do HPV é extremamente freqüente, calculando-se que até 75% de todas as mulheres sejam expostas ao vírus em algum momento da vida. Na opinião de alguns oncologistas, a cura definitiva e única do câncer ainda não está próxima, mas os recentes avanços permitem que seus portadores lidem com esse mal de uma maneira melhor.

No Rio de Janeiro o Laboratório Richet oferece o serviço e o resultado sai em torno de 15 dias, com índice de positividade mais elevado na faixa etária entre 20 a 40 anos.

Segundo Hélio Magarinos Torres, diretor médico do Laboratório Richet, o exame analisa o DNA da doença para saber qual o tipo viral. A vacina é indicada e eficaz contra quatro espécies (6, 11, 16 e 18) do HPV, responsáveis por aproximadamente 70% dos casos de câncer do colo do útero e 90% dos casos de verrugas genitais. “O diferencial desse novo teste é que ele apresenta grau de sensibilidade para o diagnóstico da doença superior a 98%, enquanto o exame de Papanicolau só apresenta 50%”, explica Hélio Magarinos Torres.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta