BLACK FRIDAY 📣 Que tal participar do HIS18 com 60% de desconto? É só hoje!! CLIQUE AQUI

Tese de médico brasileiro vira referência em dez países

Publicidade

O dr. Roberto Cardoso, Mestre em Obstetrícia pela Universidade Federal de São Paulo e Chefe do Setor de Medicina Fetal do FEMME Laboratório da Mulher, acaba de concluir seu Doutorado com a defesa da tese “Definição Operacional de Meditação e Efeitos Psicofísicos em Gestantes”, orientada pelos médicos Luiz Camano, Eduardo de Souza e José Roberto Leite, da UNIFESP. O estudo teve como objetivo criar uma definição operacional de meditação para grávidas a partir da análise dos efeitos da atividade em um grupo de voluntárias, e acabou por conquistar reconhecimento mundial em artigos publicados nos EUA, Europa e Ásia.

“A mulher grávida tem níveis peculiares de ansiedade, que crescem à medida que a gestação se desenvolve”, conta o dr. Roberto, que também é pesquisador nas áreas de Medicina Comportamental e Qualidade de Vida. “Por outro lado, a meditação vem sendo citada como um interessante método de relaxamento dentro do meio médico, mas ainda não havia quase nenhum registro sobre como essa técnica poderia ser útil na redução da ansiedade da gravidez”.

Em virtude dos inúmeros benefícios que proporciona, o conceito de meditação vem ganhando destaque no meio médico. Aceita como fonte de pesquisas científicas por órgãos de atuação global como NCCAM (National Center for Complementary and Altewrnative Medicine – National Institutes of Health) e o AHRQ (Agency for Healthcare Research and Quality), a tese virou referência mundial no assunto e já foi publicada em dez países.

       
Publicidade

Deixe uma resposta