Semana da Saúde 2017 Semana da Saúde: discuta os principais assuntos de Tecnologia da Informação em 10 Webinars. Reserve seu lugar! Clique aqui

Temporão lança projeto para implantação no país de Unidades de Pronto Atendimento

Publicidade

Para agilizar o atendimento de emergência e reduzir as filas dos hospitais, o Ministério da Saúde anunciou hoje (19) que vai criar em todo o país 126 Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), com um custo de R$ 193 milhões. O serviço funcionará 24 horas, inclusive, aos finais de semana, quando os postos de saúde, por exemplo, não abrem.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique
De acordo com o ministério, o governo federal vai financiar os procedimentos de baixa e média complexidades e a construção de três tipos de unidades. Como contrapartida, os estados devem remunerar os profissionais. As unidades serão implantadas em cidades com mais de 50 mil habitantes e baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
O objetivo da emergência é desafogar os hospitais da rede e complementar o serviço Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Cerca de 70% dos casos atendidos nos hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) poderão ser tratados nas UPAs. Nas unidades, os pacientes serão avaliados e poderão ficar em observação por até dois dias. Depois, se for o caso, transferidos para um hospital.
Dos três tipos de unidade, a mais simples, com cinco a oito leitos e dois médicos, terá capacidade para atender 150 pacientes. A mais completa poderá atender até 450 pacientes e terá entre 13 e 20 leitos.
Todas as unidades terão sala de estabilização de pacientes, consultórios de pediatria, clínica médica, odontologia, ortopedia, laboratório clínico, além de sala de raio X, gesso, sutura, medicação e nebulização.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta