Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Telemedicina para crônicos é foco da Indra e Sescam

Publicidade

A Indra, especializada em tecnologia da informação na Europa e América Latina, e o Sescam – Serviço de Saúde de Castilla-La Mancha – desenvolverão experiências piloto para analisar a viabilidade de telemonitoramento em domicílio em pacientes com doenças crônicas. O convênio foi assinado, em Toledo, na Espanha, e marca a relação entre o Ministro da Saúde e Bem estar Social da Junta de Comunidades de Castilla-La Mancha, Fernando Lamata, e o diretor de Administração Pública e Saúde da Indra, Lorenzo Canales.
A parceria objetiva gerar um novo conhecimento em P&D, que pode ser aplicado para a melhoria da qualidade e modernização dos serviços de saúde. A Indra contribui com a tecnologia que desenvolve neste âmbito e o Sescam contribui com a experiência de seus profissionais que irão moldar o alcance de cada projeto e sua adaptação à realidade clínica de Castilla-La Mancha, definindo as patologias, o perfil do paciente e a informação a monitorar.
As organizações esperam obter conclusões precisas para a sua extensão a todos os pacientes de uma determinada patologia crônica ou ao total de patologias suscetíveis de serem monitoradas a partir da residência do enfermo. A melhora da gestão dos cuidados dos pacientes crônicos e sua qualidade de vida, a racionalização dos custos com assistência médica, a educação da população em relação à saúde, são alguns dos benefícios a serem perseguidos através das atuações do convênio.
De acordo com a Indra, o expertise tecnológico facilitará o acompanhamento do paciente crônico em domicílio por parte dos médicos do hospital que habitualmente o está tratando. Para isso, serão fornecidos ao paciente os dispositivos necessários para acompanhamento da sua patologia (glucómetro, pulsioxímetro, etc) que conectados via PC, PDA com 3G, celulares ou outros dispositivos que permitam enviar informações sobre a evolução da sua doença para o hospital, com a periodicidade estabelecida pelos médicos.
Do mesmo modo, o profissional de saúde também poderá transmitir ao paciente informações sobre as alterações no tratamento ou conselhos, entre outros. Tanto o médico quanto o paciente crônico poderão acessar essas informações através da Internet e pode transferir o histórico clínico do paciente e as informações que os médicos considerem importante.
Imagem digital médica
Ambas instituições têm colaborado no desenvolvimento do programa Ykonos, que se converteu em um modelo de referência no âmbito de projetos de imagem digital médica e que permite criar uma rede de intercâmbio de informações e imagens digitais entre todos os centros de saúde da região.
A multinacional de TI colocou em andamento com o apoio do Sescam um Centro de Excelência, uma vitrine do projeto Ykonos, que pode mostrar ao mundo o modelo de imagem médica digital de Castilla-La Mancha, assim como outros projetos tecnológicos.
Também colabora com a Fundação Rafael del Pino e o Hospital Nacional de Paraplégicos de Toledo, no desenvolvimento do projeto ´TOyRA´ (Terapia Ocupacional e Realidade Aumentada). Esta iniciativa tem como objetivo contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes com lesão medular através do desenvolvimento de um sistema virtual de reabilitação.
Além disso, o Sescam, também em colaboração com a Indra, foi a primeira comunidade a concluir a implantação do CAD de mama, um sistema de apoio ao diagnóstico de lesões suspeitas que proporciona uma segunda opinião de especialistas. Atualmente, está operando também nos hospitais de Toledo e de Guadalajara um CAD de fígado e pulmão.
Abrangência x Saúde Digital
Segundo a Indra, atualmente, mais de 32 milhões de pessoas no mundo são impactados por seus sistemas no campo da saúde. Suas soluções são utilizadas por mais de 100.000 profissionais em mais de 5.600 centros de saúde e hospitais, e tornam possível a formalização de 500 mil consultas por dia.

 
 
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta