Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

“Superbactéria expõe falta de vigilância”

Publicidade

O aumento de casos de infecção hospitalar provocada pela superbactéria KPC no Brasil reforça a necessidade de melhorar o sistema de vigilância de resistência bacteriana e de discutir as formas de prevenção. Essa é a visão da professora de infectologia da Universidade Federal de São Paulo, Ana Cristina Gales, em reportagem de O Estado de S. Paulo.  “Muitos hospitais não sabem como e para quem mandar amostras”, disse.

Ela considera simplista a versão que atribui a resistência bacteriana apenas ao abuso de antibióticos. “As razões que levam uma bactéria a driblar a ação dos antibióticos não são totalmente conhecidas. O abuso do medicamento pode interferir, mas não é o único fator”, explica.
“Antibióticos são levados para o ambiente de diversas formas. Isso também tem de ser analisado.” Uma das formas de bactérias do meio ambiente terem contato com antibióticos é por meio de dejetos de esgotos de hospitais e da produção da indústria. Outro ponto relevante é o uso dos medicamentos na agricultura e no tratamento de animais.
Balanço
Até a última terça-feira (12) haviam sido registrados no Distrito Federal 187 casos suspeitos de infecção pela superbactéria. Na capital paulista, ela foi identificada no Hospital das Clínicas e no Hospital Heliópolis (mais informações nesta página). A Unifesp confirmou que amostras de Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Bahia, São Paulo, Rio e Rio Grande do Sul eram de KPC.
Técnicos sabem que pacientes de outras partes do País foram infectados, mas os casos não foram comunicados à Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para reduzir essa lacuna de informação, será discutido na Anvisa um Plano Nacional de Microagentes Multirresistentes. O documento prevê que a comunicação das infecções multirresistentes às autoridades sanitárias passe a ser obrigatória.
Leia mais:
Hospitais vão notificar Anvisa sobre superbactérias
Superbactéria é registrada em SP; HC teve 70 casos
DF reforça alerta a hospitais para prevenir contaminação por superbactérias
Surto de infecção hospitalar mata 18 no DF
Você tem Twitter? Então, siga  http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta