Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

SulAmérica já utiliza certificação digital

Publicidade

A SulAmérica Saúde adotou em dezembro passado a tecnologia da certificação digital. A seguradora agora conta com 50 prestadores utilizando a tecnologia, que já entrarão no faturamento de fevereiro. “No mesmo dia em que anunciamos a implementação do sistema, nós recebemos muitos telefonemas argumentando sobre o processo e desejando aderir à ideia. Afinal, esse era o pedido dos prestadores: acabar com os papéis”, afirma o diretor operacional da SulAmérica, Marco Antunes.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
Segundo Antunes, este é o resultado de um processo iniciado há oito anos. “Em 2001, pensávamos que a certificação digital seria nossa última etapa, pois precisaríamos tornar eletronicas cerca de 2 milhões de contas médico-hospitalares, o que nos geraria um custo anual de R$ 1 milhão para que estes documentos fossem arquivados”. Para o diretor, o sistema será utilizado, entre outras funções, para o envio de faturas dos prestadores para a seguradora e deverá tornar ainda mais rápido o pagamento dos serviços prestados.
Em 2007 a seguradora adotou a TISS, o que permite à SulAmérica desenvolver as ferramentas necessárias para a adoção do sistema, implantado pela Certisign. “A certificação digital é parte fundamental da TISS. Um dos benefícios da certificação é que, além de diminuir o custo e agilizar o processo, ela permite ao cliente total garantia de que a qualquer momento uma pericia de autenticidade pode ser averiguada”, explica o diretor de inovação e desenvolvimento de produtos da Certisign, Márcio Nunes.
Segundo ele, todo o processo da certificação digital exige normalização para que seja possível se ter certeza de que o documento esta sendo entregue para o destinatário correto. “Com esse sistema é impossível uma pessoa se passar por outra”.
Hoje a SulAmérica Saúde conta com 27 mil prestadores de serviço e espera, com o novo sistema, também preservar o meio ambiente. “Com a implantação da certificação nós pretendemos economizar 216 toneladas de papéis, um número significante para a preservação da natureza”, argumenta Antunes.
Toda a comunicação eletrônica da seguradora esta sob a responsabilidade da Orizon, empresa de soluções tecnológicas, que se prontifica em resgatar todo documento solicitado pela SulAmérica. “Não basta só arquivar, mas sim recuperar de forma rápida o documento solicitado”, conclui o gerente de produtos da Orizon, Roberto Hauye.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta