HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.600 profissionais! Clique aqui

Substância pode adiar hemodiálise

Publicidade

Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), mostrou que testes realizados em ratos com o anti-oxidante NAC (N-acetilcisteína, substância anti-oxidante usada em medicamentos contra doenças pulmonares) aumenta a filtração renal e diminui a produção da aldosterona, que piora lesões nos rins, no coração e nos vasos sanguíneos. A descoberta pode levar pacientes com problemas nos rins a viverem mais tempo sem hemodiálise. Os estudos apontaram também que combinado com outras drogas, o NAC melhora a pressão arterial e previne problemas cardíacos.
Os ratos tiveram 5/6 dos rins extraídos para induzir a insuficiência, e parte deles recebeu a droga após a lesão. Nos animais em que o NAC não foi administrado, houve redução de filtração renal de 0,85 mililitros por minuto por 100 gramas de peso corpóreo (ml/min/100g) após 4 meses, para 0,16 ml/min/100g. Nos ratos em que a substância foi administrada, o índice foi de 0,45 ml/min/100g.
Em caso de insuficiência renal já existente, o NAC foi dado dois meses depois da lesão e a filtração subiu de 0,25 ml/min/100g para 0,45 ml/min/100g em dois meses. Os teste dão evidência de que a droga pode prolongar em alguns anos o tempo de evolução da insuficiência renal para um quadro que seja necessária a hemodiálise.

       
Publicidade

Deixe uma resposta