HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.800 profissionais! Clique aqui

Startup investe no mercado de games com foco na saúde

Publicidade

Já pensou se estudantes e profissionais da saúde pudessem receber treinamento através de um simulador que utiliza a tecnologia de realidade virtual? Pois essa é a proposta da MedRoom, startup paulista que desenvolveu um game de realidade virtual simulando um ambiente realista para que o usuário se sinta totalmente imerso na prática da saúde.

Criada em 2015 pelo especialista em jogos e aplicações em realidade virtual, Sandro Nhaia, e pelo professor e doutor especialista em cirurgia geral, Francisco Collet, a empresa apostou no mercado de games para revolucionar o treinamento de médicos e estudantes de medicina.

A MedRoom desenvolve simuladores sob demanda para empresas de dispositivos médicos que tem interesse em proporcionar ao seu cliente não só uma excelente solução para o seu trabalho, mas também capacitá-los para que obtenham o máximo da experiência que o software pode oferecer. “Funciona quase como um simulador de vôo. Simulamos um ambiente real para que o usuário se sinta praticando de fato aquela atividade” explica Nhaia, um dos fundadores da MedRoom. Cada procedimento clínico a ser executado pelo usuário caracteriza um módulo. No total, são 25 módulos, ou seja, 25 procedimentos médicos diferentes que todo aluno de medicina precisa praticar durante a graduação, como instrumentação, drenagem torácica, intubação orotraqueal, acesso venoso central, acesso venoso periférico, entre outros.

No último dia 29, a empresa ganhou o prêmio de melhor jogo educacional durante o Big Festival 2017, maior festival de jogos independentes da América Latina. E as novidades não param por aí. A startup é uma das selecionadas pelo Programa de Aceleração Health Plus, iniciativa com foco na área da saúde criada pela Grow+ Aceleradora Premium.

Entre 229 startups inscritas com projetos de soluções com foco na telemedicina, saúde e bem estar, vestíveis, robótica, saúde digital e assistência médica, a MedRoom é uma das cinco escolhidas que já estão recebendo aportes de até 300mil reais e investimento em smart money (que consiste em grande aporte de conhecimento, mentoria e networking para as startups).

       
Publicidade

Deixe uma resposta