Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sociedade Paulista de Oncologia Clínica tem nova diretoria

Publicidade

O dia 18 de fevereiro marca a posse da nova diretoria da Sociedade Paulista de Oncologia Clínica. O biênio 2004/2005 terá à frente da SPOC a dra. Nise Hitomi Yamaguchi, ex-diretora científica da Sociedade Brasileira de Cancerologia, coordenadora da Rede Brasileira de Combate ao Câncer e presidente da I Conferência Latino-Americana de Câncer de Pulmão (LALCa 2004). Na cerimônia, que se inicia às 19h, na Assembléia Legislativa de São Paulo, estarão presentes o dr. José Gomes Temporão, diretor geral do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o dr. Edmur Flávio Pastorelo, diretor da Fundação Oncocentro de São Paulo (FOSP) e o dr. Roberto de Almeida Gil, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. Os trabalhos da nova gestão serão iniciados já na noite de posse, com o debate “Os Desafios do Câncer no Brasil e no Estado de São Paulo”, presidido pelo dr. Roberto Gil. Trata-se de uma oportunidade para que os profissionais da área tenham contato com a realidade do câncer em âmbitos nacional e estadual e possam trabalhar em prol das necessidades da população.
Além das dificuldades financeiras que as esferas governamentais enfrentam, há também o problema da falta de informação especialmente nas camadas mais carentes da população. Neste contexto, torna-se essencial o treinamento adequado dos profissionais de medicina que atendem em sistemas públicos de saúde, para que eles sejam também um canal mediador entre o meio científico e o público leigo.
Outro ponto chave a ser trabalhado nos próximos dois anos é a integração das instituições que tratam do câncer com governos e sociedade civil – voluntariado, organizações e empresas -, estabelecendo assim uma rede que possa suprir a comunidade com informações sobre a prevenção, o diagnóstico e as formas de tratamento dos variados tipos de tumor.
Como fator multiplicador, entram as entidades voluntárias. Campanhas públicas e projetos de educação serão desenvolvidos pelo Comitê de Voluntariado contra o Câncer de São Paulo, ligado à Sociedade Paulista de Oncologia, que terá como função primordial organizar as entidades e sistematizar a informação que será levada à comunidade. Uma das entidades participantes é a Unaccam (União e Apoio no Combate ao Câncer de Mama).

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta