Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sinasa quer crescer 50% com novos produtos

Publicidade

O Sinasa, Sistema Independente de Saúde, acaba de anunciar dois novos produtos como parte de sua estratégia de mercado. Os serviços de Aconselhamento Médico Telefônico e de Emergência Médica Domiciliar 24 horas, além de disponibilizar medicamentos gratuitos ou com descontos de até 85% foram possíveis por meio de uma parceria fechada com a Bem Emergências Médicas, responsável pela divisão pré-hospitalar do Grupo Bem, e com a e-Pharma.

Em 2008, o Sinasa faturou R$ 3 milhões e, com o lançamento dos novos produtos, espera crescer 50% nas vendas em todas as regiões. A partir disso, o Sistema Independente de Saúde se estenderá no interior paulista e baixada santista. “Queremos crescer e implantar o Sinasa em todo o Estado de São Paulo”, afirma o sócio-diretor do Sistema, José Humberto Affonseca Sobrinho.

O executivo acredita que esse crescimento será possível por meio da rede de pacientes que também deve aumentar com a proposta dos novos produtos. O atrativo, segundo Affonseca, é que o serviço utilizado é pago pelo associado diretamente ao prestador de serviço no ato do atendimento – seja médico, hospital, clínica ou laboratório. “Os honorários médicos custam em média R$ 42,00 e os exames podem ser realizados com até 85% de economia”.

A partir de agora, os 40 mil pacientes do Sinasa podem ter atendimento de Emergência Médica na sua própria residência, além de contar com mais de 200 remédios de laboratórios de uso eventual como antiinflamatórios, analgésicos e antibióticos, que representam 70% das vendas em quantidade no Brasil, com descontos especiais.

“Percebemos que as pessoas ficavam inseguras com a qualidade e a questão da Urgência e Emergência, além disso, dados do Ministério da Saúde apontam que grande parte das pessoas que vão ao médico e são prescritas não consegue comprar a receita integral, por isso nossa estratégia foi pensada no setor hospitalar e farmacêutico”, conclui.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta