✉️ NEWSLETTER Assine gratuitamente e atualize-se semanalmente Assinar

Setor de saúde atrai investidores

Publicidade

Um setor que não tem reajuste há sete anos, sofre pressão de custos das fontes pagadoras e câmbio desfavorável, é atraente a investidores? Segundo Daniel Lahtermaher, da consultoria K2 Achievements, e Carlos Roberto Del Nero, do Hospital das Clínicas, sim. Mas existem alguns pré-requisitos para que estes investimentos cheguem à saúde. ?O segmento é grande o suficiente ? 40 milhões de pessoas ? para atrair grandes empresas, e tem potencial de crescimento a longo prazo?, destaca Lahtermaher. Entre os entraves estão a complexidade societária de algumas empresas, negócios paralelos fragmentados em um mesmo hospital, resistências à modernização da gestão e expectativa irreal do valor do negócio. O assunto foi abordado ontem, durante os Focus Group “Saúde privada e investimento estrangeiro: existem oportunidades?” durante Saúde Business Fórum, evento promovido pela IT Mídia em Comandatuba, na Bahia, e que vai até quarta-feira.
Segundo os executivos dos hospitais presentes no Focus Group, a falta de regulamentação não favorece os investimentos externos. Além disso o segmento não oferece aos investidores possíbilidade de lucros acima de 30% ao ano. Outro obstáculo aos investimentos é o receio de excessiva ingerência do governo no setor.
Para Lahtermaher, ainda existe muito espaço para consolidação. “Fusões e aquisiçôes representam excelentes negócios entre as instituições de saúde, indo além de simples acordos ou parcerias”, afirma.

       
Publicidade

Deixe uma resposta