Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sete Estados terão esquema especial para vacinação do idoso

Publicidade

O Sistema Único de Saúde (SUS) montou um esquema especial para que as vacinas utilizadas na Campanha Nacional de Vacinação do Idoso, que começou no sábado e termina no próximo dia 30, chegue até a população de áreas rurais e de difícil acesso, como as existentes na região Amazônica. O SUS contratou aviões e helicópteros da Força Área Brasileira (FAB) para percorrer esses locais. Além da contratação dos vôos, os estados e municípios, que executam a vacinação, colocam à disposição das equipes embarcações e também as bicicletas utilizadas pelos agentes de saúde, dependendo da área a ser beneficiada, informa a Agência Saúde. A estratégia garante à população idosa dos estados do Amazonas, Amapá, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará e Rondônia o acesso às vacinas contra a gripe, difteria e do tétano. Também são fornecidas outras doses para a atualização dos cartões de vacinas, como a de febre amarela, uma vez que todos esses estados são endêmicos para esta doença. Mais de 300 comunidades serão beneficiadas.
De acordo com o planejamento dos Estados, várias equipes já estão em campo. Os profissionais ficam de 15 a 20 dias atendendo aos idosos, dependendo da necessidade. Como há regiões dentro de um mesmo Estado em que só se chega de aeronave. Amazonas e Acre contam com um avião cada um para realizar as viagens com as equipes. No Pará e Amapá serão utilizados helicópteros.
No planejamento das viagens, sejam por via terrestre, aérea ou fluvial, são previstas as demandas de material a ser utilizado, como geladeiras para a conservação dos imunobiológicos e alimentos. Para as missões áreas nas áreas de difícil acesso, haverão escalas em comunidades com melhor infra-estrutura para o alojamento da equipe e armazenamento dos insumos. A partir destes locais, ocorrem os deslocamentos dos profissionais de saúde em busca da população que será vacinada.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta