Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Serviços de mamografia ainda pecam em infra-estrutura

Publicidade

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostra que os serviços de mamografia estão abaixo dos indicadores de qualidade sugeridos pelo Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR).
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique
Em relação à infra-estrutura (salas de exame, vestimentas de proteção individual, características e instalação do mamógrafo e da processadora), o grau médio de conformidade foi de 66%. Para os processos que controlam a qualidade da imagem e a dose de irradiação, a conformidade foi de 76%. Em relação aos exames, o percentual de conformidade foi de 93% para o posicionamento correto e de 90% para a qualidade da imagem.
De acordo com os indicadores utilizados, o grau de conformidade aceitável para a dose de radiação é de 100%; para imagem, 97%; e, para interpretação, 70%.
O grau de concordância dos radiologistas dos serviços avaliados, em relação à interpretação das imagens de um conjunto de exames, foi de 72% comparado aos especialistas do Colégio Brasileiro de Radiologia
Foram avaliados 53 serviços que atendem pelo SUS, entre março de 2007 e setembro de 2008, em instituições públicas e privadas da Paraíba (11), Porto Alegre (11), Belo Horizonte (18) e Goiânia (13).
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta