Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sérgio Côrtes deve ir para o Ministério da Saúde

Publicidade

Sérgio Côrtes, que dirige a saúde do Rio de Janeiro e é um dos idealizadores das Unidade de Pronto Atendimento (UPAs), foi indicado pelo governador Sérgio Cabral para substituir o atual ministro José Gomes Temporão no Ministério da Saúde. As informações são da Agência Estado. Segundo o veículo, pelo trabalho desenvolvido no Rio, de atenção à saúde básica, Dilma tende a escolher mesmo Côrtes para o cargo.
A presidente eleita reuniu-se pela manhã com membros da equipe de transição – Antonio Palocci, José Eduardo Dutra – e o vice, o deputado Michel Temer (PMDB-SP). Depois de definir a equipe econômica – Guido Mantega (Fazenda), Miriam Belchior (Planejamento) e Alexandre Tombini (BC) – e os indicados para o Planalto – Antonio Palocci (Casa Civil), Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais), Dilma está agora abrindo as negociações para compor a parte do ministério que incluirá os aliados dos partidos da coligação vitoriosa na campanha presidencial de outubro passado.
Ainda de acordo com a reportagem, o Aloizio Mercadante (PT-SP) seria mesmo forte candidato a assumir a pasta da Ciência e Tecnologia, no lugar do atual ministro Sérgio Rezende, que é indicado pelo PSB. Além disso, os socialistas, liderados pelo governador Eduardo Campos, de Pernambuco, devem ganhar duas pastas: a da Integração Nacional e do Turismo.
Mercadante, que fica sem mandato a partir de fevereiro próximo, foi candidato ao governo do Estado de São Paulo e perdeu a disputa para o tucano Geraldo Alckmin por menos de 200 mil votos.
 Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de TI e telecom.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta